Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

0

Livro: O Silo


 
 
Título Original: Wool
Ano de Edição: 2013
Género: Ficção Científica
Nº Páginas: 528
Autor: Hugh Howey
Editora: Editorial Presença

 

São vários os percursos que um escritor pode percorrer para atingir o estrelato, mas poucos o conseguiram fazer como Hugh Howey fez. O desconhecido escritor independente decidiu publicar a sua obra na plataforma Kindle da Amazon sem imaginar que depressa o seu livro se tornaria num dos maiores bestsellers da Amazon de 2011. Imediatamente, editoras em todo o mundo ficaram interessadas nesta história de sucesso. Tinha sido descoberta uma estrela.
  
A história de “O Silo” decorre num mundo pós-apocalíptico, num mundo completamente devastado e inabitável.
As únicas formas de vida existentes encontram-se num silo gigante subterrâneo com várias dezenas de níveis que servem de casa a milhares de pessoas.
Esta é a realidade conhecida há já várias gerações, pelo que ninguém sabe como era o mundo antes da vida no silo. A sua visão do exterior resume-se à transmissão de imagens captadas por câmaras de vigilância estrategicamente colocadas do lado de forma da estrutura gigantesca.
Ao longo de gerações, uma sociedade foi-se formando no interior do silo com as suas regras próprias, crenças e verdades.
Contudo, há sempre aqueles que não se contentam com aquilo que lhes é dito, há sempre aqueles que questionam as verdades instauradas e se perguntam o que existirá realmente para além da distante colina que as câmaras captam no exterior. São esses que não têm medo de quebrar as regras, de ignorar os tabus e de arriscarem a própria vida para conhecer o exterior da única realidade que conhecem – o silo.
 
A minha expetativa inicial era muito elevada, ou não houvesse várias críticas em todo o mundo a comparar esta obra de Hugh Howey a clássicos incontornáveis como “1984” de George Orwell e “Admirável Mundo Novo” de Aldous Huxley.
E deve haver muito poucas coisas melhores do que terminar um livro e verificar que este correspondeu exatamente àquilo que era expetável!
A história é muito interessante e viciante: o autor vai apresentando novos elementos ao longo do livro e, assim, o leitor é constantemente surpreendido com novos factos, novas informações que alteram por completo a corrente de acontecimentos. A vontade de ler mais uma página torna-se quase compulsiva e deixa-nos agarrados a esta obra.
Mas aquilo de que mais gostei foi mesmo a incrível capacidade que o autor possui para criar uma realidade completamente nova a partir do zero. Ao imaginar uma sociedade que apenas conhece o interior de um enorme silo, Hugh Howey conseguiu descrever-nos um mundo novo até ao mais ínfimo pormenor: todas as leis, organização da sociedade, o valor atribuído a certos objetos e a formação de crenças foram pensados e descritos de forma exímia.
 
O resultado é um livro que apaixona qualquer leitor de ficção científica e que só conseguirá pousar este livro no último ponto final.
Um livro que aconselho!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%