Envie esta página a um amigo!

domingo, 3 de outubro de 2010

5

Filme: After Life

Ano: 2009
Cast:
Christina Ricci - Anna Taylor
Liam Neeson - Eliot Deacon
Justin Long - Paul Coleman
Chandler Canterbury - Jack

Género: Terror, Triller

Vimos este filme por acaso. E temos de ser sinceras: apesar de não ter sido dos filmes da nossa vida, surpreendeu-nos muito. Não é um filme assustador, mas é capaz de cativar a nossa atenção durante a maior parte do tempo (convenhamos, hoje em dia, começa a ser uma característica cada vez mais rara nos filmes).
De destacar o facto de não termos gostado da representação de Christina Ricci - muito falsa.

A história é a seguinte: Ana encontra-se num mau dia. Acredita que o namorado, Paul, a vai deixar (no dia em que o "pobre desgraçado" a ía pedir em casamento). Já a mãe, encontra-se doente e passa a vida a queixar-se.
Após uma discussão com o namorado, Ana sofre um acidente grave, que a leva para a Casa Mortuária de Eliot. Eliot explica a Ana que ela está morta e que a está a preparar para o seu funeral e que ele tem um dom especial que o faz comunicar com mortos. Ana não acredita. 

Será que está mesmo morta? 

Durante o filme Ana tenta lutar contra a ideia de que está morta, enquanto Elliot a tenta convencer e Paul a procura por negar que Ana o tenha deixado sozinho neste mundo.

AFTER.LIFE. é um filme de Agnieszka Wojtowicz-Kosloo. Escrito por Agnieszka Wojtowicz-Kosloo, Paul Vosloo e Jakub Korolczuk e que aconselhamos a ver!

Aqui fica o trailer (que, no entanto,não demonstra o quão interessante é o filme):


Já o viram? Estão a pensar ver? Não se esqueçam, a vossa opinião é o mais importante para nós!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

5 comentários:

  1. Quem pode resistir a um filme de Agnieszka Wojtowicz-Kosloo, ainda, por cima, escrito por Agnieszka Wojtowicz-Kosloo e Jakub Korolczuk, tudo gente simples com nomes onde as vogais estão em enormeminoria? (bem, o Paul Vosloo também ajudou na escrita para defender a quota da vogais.)
    Quem pode resistir a uma sugestão do FLAMES?

    Eu, não!
    HJ

    ResponderEliminar
  2. nunca vi o filme. confesso que nunca gostei muito da christina...

    ResponderEliminar
  3. Mas é que é mesmo verdade, não se pode resistir a um filme onde os produtores têm nomes tão fantásticos! (pronto, talvez se possa, não se pode é resistir a tentar pronunciar os ditos nomes)

    ResponderEliminar
  4. Acabei agora mesmo de ver este filme.
    Aqui vai a minha opinião:
    penso que a ideia é muito boa e diferente do habitual, contudo o filme acaba por ser um pouco parado demais. Embora, por incrível que pareça, nos mantenha curiosos até ao fim para descobrir a verdade.
    Só penso que uma coisa fulcral não faz qualquer sentido: como é que o homem da funerária traçou um perfil completo da protagonista depois de tê-la visto durante cinco minutos sem fazer nada de especial? Para mim, isso é uma falha no filme.
    Mas recomendo para quem gostar de experimentar coisas diferentes.

    ResponderEliminar
  5. Mary:
    Não podemos não concordar contigo. Mas sabes, nós quanto aquilo do perfil, ficámos com 2 opiniões/possibilidades:

    - O senhor tanto poderia, realmente, ter uns "poderes" ou uns "sentidos" apurados e assim entender as pessoas

    - Ou então o senhor até fazia pesquisa sobre a pessoa, só que isso não é mostrado no filme

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%