Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 31 de março de 2011

7

Livro: No seu mundo


Título Original: House Rules
Autor: Jodie Picoult
Género: Drama, Romance
Ano: 2010
Nº de páginas: 624
Editora: Civilização Editora



Este foi o primeiro livro, e único até ao momento, que lemos de Jodie Picoult. Não fazíamos ideia da história nem tão pouco conhecíamos a escrita desta autora. Por isso, foi com agradável surpresa e satisfação que lemos este livro que nos prendeu da primeira à última página.

A história apresenta-nos Jacob Hunt, um jovem de 18 anos com Síndrome de Asperger, que, de um momento para o outro, se torna o principal suspeito pelo homicídio da sua professora de Competências Sociais, Jess Olgivy. De facto, tudo em Jacob parece suportar esta ideia já que o seu comportamento se assemelha em muito ao de um impiedoso assassino: uma incapacidade de olhar nos olhos das outras pessoas e uma completa falta de empatia, aliadas a um discurso desprovido de qualquer emocionalidade. Contudo, a sua mãe decide lutar até ao fim para impedir que o seu filho vá para a prisão…mesmo que ela própria não tenha a certeza se Jacob é, de facto, inocente. O que causou a morte de Jess? Será Jacob o responsável pela sua morte? Será condenado? ...

É um facto que a história não prima por uma grande originalidade. Contudo, para nós, o ponto forte desta obra encontra-se na forma como Picoult decide apresentar o desenrolar de toda a trama: ao longo dos vários capítulos, o leitor acompanha a mesma história “pelos olhos” das diferentes personagens; ora num capítulo “entramos” na mente de Jacob e assistimos ao desenrolar dos acontecimentos sob o seu ponto de vista, ora no outro assumimos a posição da sua mãe e temos a oportunidade de acompanhar a mesma história sob a sua perspectiva. Esta é uma constante ao longo de todo o livro, pois de forma intercalada “viajamos” até à mente de Jacob, da sua mãe, do seu irmão, do seu advogado e do detective da sua cidade. Tudo isto com uma escrita simples, fluida e, ao mesmo tempo, profunda com alguns parágrafos que dão mesmo vontade de reler algumas vezes.
Outro aspecto interessante neste livro assenta nos pormenores acerca da Síndrome de Asperger (doença desconhecida para a grande maioria de nós) que nos são apresentados não apenas sob o ponto de vista científico mas também, e principalmente, nos capítulos em que “mergulhamos” na mente de Jacob e temos oportunidade de ver o mundo da forma única e especial que este vê.

Este é, sem dúvida alguma, um livro a não perder para os amantes da leitura e, em especial, para todos aqueles que queiram desfrutar de um livro diferente dos demais.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

7 comentários:

  1. ADORO Jodi Picoult!!! ja li "O Décimo Círculo" e o "Para a minha irmã", e estive com esse livro a semana passada nas mãos..."compro..nao compro...compro..nao compro", mas lembrei-me que ainda tenho 2 livros na estante a minha espera :)
    O que adoro na Jodi Picoult é o modo como apresenta a história ao longo do livro. O facto de sermos "nós" a construirmos por "nós próprios" a história, através das várias personagens. Também gosto muito do facto de me fazer parar e pensar em coisas simples da vida que, muitas vezes, me passam ao lado...e também admiro a capacidade que tem em prender o leitor da primeira à ultima página :)

    ResponderEliminar
  2. Já vi o livro à venda, mas na altura não me despertou muita atenção pk considero que já existam muitos livros sobre este assunto. Ou seja, parece-me tudo mais do mesmo (com pena minha :()

    ResponderEliminar
  3. Não sabíamos dessa tua faceta fã de Picoult Lucie :)
    Experimenta ler este livro que com certeza vais gostar!

    Roberta, de facto esta história não peca por excesso de originalidade. Mas é a forma como está escrita que torna este livro tão interessante. Experimenta um dia e comprova isso mesmo.

    Bom fim-de-semana às duas!

    ResponderEliminar
  4. eu gosto de Jodi Picoult porque ela nos alerta para as pequenas coisas do dia-a-dia que nos, geralmente nos passam despercebidas.
    Quanto a este livro, gostei muito!! :) a escritora consegue mesmo prender-nos... mesmo que a história não seja a "originalidade em livro" não conseguia deixar de o ler a meio...

    Vá, já chega!:P
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Cátia,

    Sublinhamos tudo o que disseste!

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  6. Ainda não li nada da escritora! tenho muita pena! Sempre que vou às livrarias dou uma vista de olhos nos livros dela, mas ainda não tive coragem de pegar num e levar para casa! :s com muita pena minha! No entanto desejo um dia ter coragem ;)

    ResponderEliminar
  7. Ok Mariana...convenceram-me...vou dar uma oportunidade ao livro :)

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%