Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

0

Livro: O Japão é um lugar estranho



Título Original: Wrong about Japan
Ano de Edição: 2009
Género: Memórias
Autor: Peter Carey


* Por Mariana Oliveira *


Há vários anos que a cultura japonesa figura na lista de culturas mais fascinantes do mundo. para mim. Embora não consiga imaginar-me a viver no país nipónico pois valorizo demasiado a minha “terrinha”, gosto muito de descobrir cada vez mais coisas sobre esse mundo tão díspar onde a modernidade e os costumes antigos coabitam lado a lado. Por tudo isto, ler “O Japão é um lugar estranho” foi, para mim, uma incrível oportunidade de viajar até ao outro lado do mundo e ficar a conhecer na primeira pessoa esse incrível país!


Sinopse:
“Peter Carey, escritor e jornalista, viaja até ao Japão na companhia do seu filho adolescente a fim de ficar a conhecer melhor um estranho fenómeno: há cada vez mais adolescentes ocidentais a crescer sob a influência da cultura popular japonesa. Peter Carey conduz-nos através dos labirintos de uma cultura cheia de códigos mais ou menos impenetráveis para um estrangeiro. Uma cultura bem mais transparente para um adolescente familiarizado com os universos da manga e do anime.”


Opinião:
Foi absolutamente fascinante perder-me nas páginas deste livro. Poder conhecer o Japão maioritariamente pelo ponto de vista dos animes e mangas e respectivos criadores foi incrível.

O autor tem uma escrita bastante simples e não perde muito tempo a tentar torná-la digna de um Nobel, indo antes directamente ao assunto que o levou ao Japão: ficar a conhecer melhor esse país tão diferente do mundo ocidental.

Gostei muito dos relatos dos criadores de manga e anime que foram entrevistados. É sempre interessante ficar a saber em que é que se inspiraram e como funciona o seu processo criativo.
Inesperadamente, também tive a oportunidade de ficar a saber, através de um incrível relato na primeira pessoa, qual foi o verdadeiro impacto que a guerra entre o Japão e os Estados Unidos da América teve nas populações japonesas da época. O relato cruel daquilo que milhares de famílias sofreram deixou-me sem palavras.

Como seria de esperar, não faltou aqui um relato acerca de detalhes curiosos sobre o Japão, tal como o hotel em que ficaram alojados pai e filho com a mítica sanita aquecida (de ressalvar que esta viagem aconteceu logo no início do séc. XXI e que nessa altura esse tipo de tecnologia ainda era desconhecido pela maioria das pessoas em todo o mundo).

A parte final cujo protagonista é o mítico Miyazaki apanhou Peter Carey, o seu filho e até eu própria de surpresa. Como eu queria estar presente para testemunhar esse momento onde a barreira linguística não representou qualquer obstáculo. Quando temos uma mesma paixão em comum, as palavras tornam-se supérfluas. 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

1%

1%