Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

0

Livro: 10 histórias para comer sem birras (Filipa Sommerfeldt Fernandes)



Título: 10 Histórias Para Comer Sem Birras
Autora: Filipa Sommerfeldt Fernandes
Editora: Manuscrito Editora
Data lançamento:  novembro de 2017 
Isbn: 9789898871237

Sinopse

A Frederica adorava fazer ballet com as suas amigas, mas também gostava muito de comer doces a toda a hora… O Francisco adorava jogar à bola, mas comer era um problema. Mal se sentava à mesa, começavam as birras. A única solução era dar-lhe o tablet para ver os vídeos do seu jogador preferido: o Cristiano Ronaldo, claro! O Miguel tinha muita energia para brincar, mas quando se sentava à mesa ficava parado a olhar para o prato, depois lá agarrava no garfo para mexer na comida, sempre com um ar enjoado e a fazer caretas. Era um verdadeiro pastelão! O Rafael não gostava nada da hora das refeições. Sabem porquê? Porque quando ele não comia tudo, os pais zangavam-se e lá começavam os terríveis castigos: ficar sem os cromos, sem a bola de futebol… Já a Olívia comia muito bem, mas só comia aquilo que conhecia. Adorava arroz, massa, laranjas, bananas, pão... Mas tudo o que era novo, a Olívia recusava. Feijão, couves-de-bruxelas, anonas, alperces, pão de centeio, queijo fresco, massa integral... a boca da Olívia fechava-se a sete chaves! Depois do sucesso de 10 Histórias para Adormecer sem Medos nem Birras, Filipa Sommerfeldt Fernandes, especialista em sono e alimentação infantil e autora do livro Comer sem birras, traz-nos dez divertidas histórias que vão ajudar os pais a acabar com as birras, choros e caras zangadas à mesa. Porque as horas das refeições devem ser momentos de felicidade em família, sem tecnologia ou televisão, para serem vividas sem stresse.

Opinião 
(Roberta Frontini)

Como alguns de vocês sabem, apesar de a minha formação ser a Psicologia, o meu doutoramento foi na área da obesidade infantil. Estas questões da alimentação são muito queridas para mim, assim como os livros infantis o são (e quem segue o blogue acho que também já reparou nisso). Por isso quando vi o lançamento deste livro fiquei logo interessada. Falei um pouquinho nele num dos meus bookhauls, mas este é daqueles livros que merecem um post só para eles. 

Este livro contém, então, 10 histórias, cada uma a focar-se num problema mais específico (por exemplo, a menina cujo sonho é ser bailarina, mas que não consegue controlar o apetite por doces; ou a história do menino que queria ser como o Cristiano Ronaldo mas que não conseguia largar o tablet). Facilmente os pais vão rever os filhos em algumas destas histórias. Ou então, infelizmente, vão reconhecer muitas meninas e meninos com comportamentos como estes. O livro tem muito mais do que simples histórias. A segunda história, por exemplo, é bastante educativa e, de forma interessante, consegue transmitir aos mais novos algumas questões importantes relacionadas com o funcionamento do nosso corpo. Por isso não são histórias per se, mas encerram nelas muita informação importante. 

Mas uma das coisas que mais gostei neste livro foi a secção de dicas aos pais. Ajudar os pais a lidar melhor com as questões da alimentação, torna-los menos irritados com as situações e ajudá-los a motivar os seus filhos parece-me uma das mais valias deste livro e, na minha opinião, a autora fez um excelente trabalho. 

No curso de biblioterapia que fiz há uns anos aprendiamos como os livros podem ser educativos e utilizados com os leitores. Mas neste caso, temos um 2 + 1. É um livro que ajuda o publico alvo (os mais novos) ao mesmo tempo que dá dicas aos pais (ou seja, é educativo para duas "populações" diversas que concorrem, no entanto, para um objectivo comum. E e isso não é muito comum. 

Visualmente o livro é absolutamente maravilhoso: capa dura, cores fortes e vivas, e um traço na ilustração muito bonito. Enfim, é um livro que é um deleite só de se olhar para ele (e de o folhear). As cores não estão presentes apenas nas imagens, mas pincelam as páginas que acompanham o texto. A monotonia não faz, de todo, parte desta obra. 

Aconselho vivamente este livro a todos os que lidam com crianças (quer sejam filhos, familiares, a nível profissional...). Se lidam com uma criança, arranjem este livro e leiam-no. Vão estar a ajudar essa criança sem dúvida alguma. 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

1%

1%