Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

7

Livro: Sei lá




Ano: 1999
Género: Romance
Autora: Margarida Rebelo Pinto


Quer se ame ou odeie, a verdade é que Margarida Rebelo Pinto é, actualmente, uma das escritoras mais conhecidas no nosso país. Com cerca de um milhão de exemplares vendidos em todo o mundo, devem ser poucos os portugueses que nunca tenham ouvido falar desta romancista por excelência.
O nosso primeiro contacto com as obras desta escritora aconteceu na nossa adolescência quando lemos o livro "I'm in love with a popstar". Na altura, gostámos tanto da obra que decidimos ler outro livro dela. O escolhido foi, nada mais nada menos, que o seu primeiro romance, o livro "Sei lá". Sendo o livro responsável por lançar Margarida Rebelo Pinto para as luzes da ribalta, estávamos à espera de uma boa obra mas, infelizmente, tal não aconteceu...

A história é do mais banal que alguma vez se poderia pensar: um grupo de amigas, muito diferentes entre si, tentam lidar com os seus problemas amorosos...mas com uma grande falta de imaginação. Não falta aqui a solteirona, a casada e com filhos, a mulher dedicada à carreira...enfim, tudo aquilo que já se viu em "milhentos" livros e filmes do mesmo género.

Aquilo que pode ter contribuído para o imenso sucesso desta obra será, a nosso ver, uma grande estratégia de marketing associada a uma escrita extremamente básica e simples que tornou este livro acessível a toda a gente. Contudo, a falta de originalidade e a previsibilidade da história são tais que quase nos dá vontade de passar imediatamente do primeiro para o último capítulo e "resolver logo a questão"
Da nossa parte, a desilusão foi tão grande que, desde essa altura, nunca mais nos "atrevemos" a ler um livro desta escritora. Até pode ser que tenha outros livros melhores mas, por via das dúvidas e porque o nosso tempo para ler não é tanto como gostaríamos, por enquanto não arriscaremos. Se algum dia o faremos no futuro? Sei lá....

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

7 comentários:

  1. Eu li o livro há uns anitos atrás... e só para verem como gostei, não me lembro de absolutamente nada do livro. só me lembro de ser aborrecido e morte...
    e tal como vocês, foi um dos únicos dois livros de Margarida Rebelo Pinto que li.

    ResponderEliminar
  2. Nunca li nada dela... Fiz mal? Sei lá! Mas lembro-me que queria lê-lo, mas felizmente (pelo que li no post) fiz bem...

    :)

    ResponderEliminar
  3. Epaa, "Sei Lá" foi dos primeiros 5 livros que li. Há uns 10 anos atrás. Depois também li "I'm in love with..".

    Dos primeiros livros lidos também constam 2 do Eça de Queiroz.

    «E recordar é viver»

    ResponderEliminar
  4. Cátia, acredita que também não guardamos muitas memórias da história e as poucas que guardamos, como pensamos ter sido evidente, não são nada boas...

    ResponderEliminar
  5. Roberta,

    Só lemos dois dela. Se há algum outro que valha a pena? Não te sabemos dizer. Mas já se costuma dizer: pau que nasce torto tarde ou nunca se endireita.

    ResponderEliminar
  6. Miguel,

    E qual foi a tua opinião? Gostaste? Também lemos o "I'm in love with a popstar" (já falamos aqui dele), o que achaste desse?

    ResponderEliminar
  7. Olá ;)

    Li um único livro desta senhora e sinto que nunca mais irei pegar em mais alguma obra dela. São livros básicos e achei o meu muito fútil.

    Foi oferecido pela minha mãe e o titulo era: Onde Reside o Amor. Este livro pareceu-me uma compilação de crónicas de revistas cor-de-rosa, onde no final de cada uma a moral era: o sexo é a chave do amor.

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%