Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 17 de abril de 2014

4

Manga: Sword Art Online


 
Título Original:  ソードアート・オンライン アインクラッド
Ano: 2010
Género: Fantasia, Ação, Romance, Ficção Científica, Aventura
Volumes: 11
Autor:  Reki Kawahara
Ilustrador: Tamako Nakamura

 

O tempo é precioso, por isso na escolha de mais um manga para ler houve um fator decisivo: queria ler um com poucos volumes e que já estivesse todo publicado para evitar começar uma história que se arrastaria por vários meses ou até anos.

Uma pesquisa cuidada depressa me conduziu a Sword Art Online, um manga que prometia muita ação e mistério.

 
 
A história decorre no ano 2022, uma época em que a tecnologia está tão desenvolvida que já é possível criar-se jogos em que os jogadores apenas têm que usar um capacete de realidade virtual para controlar a sua personagem no próprio jogo.

A ideia é fascinante e, por isso, quando surge um jogo baseado em aventura e ação, o Sword Art Online, milhares de pessoas concorrem para ter a oportunidade de participar. O grande dia da estreia chega e os 10mil selecionados entram neste universo virtual abandonando, por momentos, o seu corpo físico num “sono profundo”. Contudo, qual não é o seu espanto quando o criador do Sword Art Online, Kayaba Akihiko, aparece dentro do próprio jogo e lhes anuncia que só poderão voltar ao mundo real depois de completarem todos os 100 níveis do jogo? Pior do que isso, como se sentirão ao descobrir que se morrerem no jogo também morrem na vida real?

A assustadora aventura começou e Kirito, o protagonista desta história, é apenas mais um entre os milhares de jogadores desesperados por completar o último nível e chegar a casa são e salvos. Serão capazes?

 

Este manga deixou-me algo dividida pois consegui encontrar nele aspetos de que gostei muito e outros que me desagradaram profundamente.

Começando pelo copo meio cheio:

- A ideia de Reki Kawahara, o autor de Sword Art Online, é bastante interessante e inteligente. Logo desde o início que todas as regras são apresentadas e fazem bastante sentido, tendo em conta o universo criado;

- A história conseguiu, com muito sucesso, criar o mistério necessário para manter o leitor preso até à última página na expetativa de saber qual o desfecho desta aventura;

- O lado cómico, muito comum nos mangas, não faltou e serviu para “refrescar” esta leitura com alguns momentos descontraídos.

 
Já em relação ao que esteve menos bem:

 - As cenas de luta são apresentadas de uma forma muito confusa, torna-se praticamente impossível ao leitor perceber com pormenor o que está acontecer já que os desenhos estão apresentados de uma forma muito dúbia e, a meu ver, incompleta;

- A determinada altura o fator romance começa a ganhar demasiado destaque e a história aproxima-se a passos largos da pura lamechice;

- As personagens são muito pouco desenvolvidas e algumas delas parecem cópias de personagens vistos noutras histórias.
 

Concluindo, sem ser uma obra de arte, Sword Art Online consegue apresentar uma história relativamente interessante que por ter apenas 11 volumes justifica a sua leitura pois, em abono da verdade, o que são umas 3h de leitura para quem adora ler mangas? 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

4 comentários:

  1. Talvez um dia leia a manga. De momento tenho o anime na minha enorme lista de "animes para ver".

    Um abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelo que pesquisei, a opinião geral é de que o anime é melhor do que o manga precisamente porque as cenas de luta são muito mais percetíveis. Por isso, tendo de optar por um, eu iria para o anime ;)

      Eliminar
  2. We haven't read any Manga for so long, we definitely want to get back into it. What would you recommend?

    http://mkstyleramblings.blogspot.com.au/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. I recommend you Ikigami - The Ultimate Limit.
      It is a very dramatic, beautiful and complete manga. You should give it a try ;-)

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%