Envie esta página a um amigo!

sábado, 9 de janeiro de 2010

2

Filme: Julie e Julia



Julie e Julia: Um filme para ver...e chorar por mais...

Este foi o último filme que fui ver, e confesso que teve em mim um efeito que não estava nada à espera.
Para iniciar, passei o filme todo com uma fome desgraçada, a ansiar desejosamente por sair dali e ir ao restaurante francês mais requintado provar todas aquelas iguarias... no entanto depois pus-me a pensar... e ando completamente obcecada por cozinhar aqueles pratos maravilhosos... por isso, assim que tiver tempo, vou pegar no livros de cozinha da Julia Child e repetir aquelas fantásticas iguarias...

Voltando ao filme, mais uma vez encontramos Meryl Steep a demonstrar-nos o seu enorme talento para a representação... para quem conhece a verdadeira Julia Child vê o quanto ela se aproximou da realidade...


Filme: Julie e Julia
Ano: 2009
Género: Biografia, Romance, Comédia

Cast: Meryl
Streep as Julia Child
Amy Adams as Julie Powel

Stanley Tucci as
Paul Child
Chris Messina as Eric Powel


História - Neste filme encontramos duas histórias verdadeiras: a de Julia Child (que foi viver para Paris com o marido e que acaba por tirar lições de cozinha) e a de Julie Powel que, cansada da sua vida desinteressante, decide lançar um desafio a si própria: escrever um blog. O tema? Bem, Julie Powel decide pegar no famoso livro da Julia Child, "Mastering the Art of French Cooking", e em 365 dias fazer mais de 500 receitas
Deste modo, as duas mulheres passam a se encontrar "interligadas"- apesar de separadas no tempo... e no espaço.

P.S - Se viu este filme... partilhe a sua opinião

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Oi,retribuindo e agradecendo a sua gentil visita......Perdi este filme.....estava fora do RJ qd ele passou......adorei a sua crítica.....fiquei com mais "fome "de ver....rsrsrssr.......bjcas....Monique

    ResponderEliminar
  2. A meryl streep é uma actriz formidável e deve ser giro vê-la representar papeis menos densos como este e o mamma mia, é bom ver que ela é capaz de fazer os filmes mais leves com a mesma seriedade com que encara os seus filmes mais conhecidos

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%