Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 15 de julho de 2013

6

Livro: À Procura de Sana


Autor: Richard Zimler
Páginas: 253

Foi com este livro que iniciámos a nossa incursão pelo mundo da escrita de Richard Zimler. Fãs dele pela personalidade, disponibilidade e carinho que demonstra por todos os seus leitores, iniciámos a leitura de "À Procura de Sana" com as expectativas muito elevadas...
Logo este se tornou num dos melhores livros que já lemos, não só pela história fenomenal que combina realidade com ficção, como pela escrita do autor. De facto, ler um livro de Richard Zimler não é apenas conectar-se com uma história, personagens, factos e locais...é muito mais do que isso... É ligar-se às vivências de cada personagem, viver com elas uns tempos... imaginá-las ao nosso lado e aprender. Sim aprender, porque ler Richard Zimler permite-nos "beber" cultura. Estamos a falar de um daqueles autores que escreve no sentido de nos enriquecer, e não só para nos contar uma história que nos entretém por algumas horas.

Mas para vos contar a história do livro, quem melhor que o próprio autor? De facto, numa entrevista feita para o FLAMES a 19 de Abril de 2013 (aqui) o autor falou-nos no seu livro:

"Tudo começou em 2000 numa viagem que fiz à Austrália e que tinha uma escala em Londres. Ao todo, a viagem durou 35 horas. Por isso tudo, fiquei muito esgotado. Estava desnorteado e não conseguia dormir por causa da diferença de horários. Estava muito mal e foi muito difícil para mim. Tudo foi uma experiência muito interessante. Quem me "salvou" foram os escritores e os bailarinos que conheci, pois estávamos lá num festival que envolvia a escrita mas também a dança. Neste romance, conto esse evento da minha vida. Lá, encontrei uma bailarina que dizia ser italiana mas que, mais tarde, descobri ser palestiniana. Essa bailarina, Sana, reconheceu-me e falou comigo. Disse que adorou o meu livro "O último cabalista de Lisboa" e que tinha sido um livro importante para ela. E, assim, desenvolvemos uma relação de amizade (daquelas que se estabelecem quando viajamos). No dia seguinte, estava no café que se encontrava fora do hotel, e ouvi uns estilhaços e um corpo a cair. Alguém se tinha suicidado (ou tinha sido morto não se sabia). Fiquei muito traumatizado. Não foi nada fácil. O romance conta a minha procura pela história de Sana. Queria saber porque se tinha suicidado e o que teria acontecido. É uma história que envolve a Palestina, Israel e, no fim, terrorismo. O livro é uma mistura da minha vida com ficção."

Um livro fenomenal que aconselhamos a toda a gente (especialmente aos mais curiosos) e que se tornou, como já dissemos, num dos nossos livros favoritos!

ATENÇÃO: O livro"À Procura de Sana" contém pelo menos 2 spoilers ao livro "O último cabalista de Lisboa" pelo que, se quiserem ler este segundo livro, tenham cuidado e passem essas linhas (são poucas) em frente...

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

6 comentários:

  1. Alípio Vieira Firmino18 de julho de 2013 às 23:32

    Desde a entrevista feita ao autor,(publicada aqui no blogue), que fiquei com vontade de saber mais sobre esta obra. No evento "Não há feira mas há escritores", eis que tive a maior das surpresas: para além de uma amiga me oferecer o livro ainda tive o prazer de estar na companhia do autor e receber uma dedicatória do mesmo. Em relação ao livro, só tenho uma coisa a dizer COMPREM, PEÇAM EMPRESTADO, REQUISITEM... mas não deixem de o ler :-)

    ResponderEliminar
  2. Li este livro. Aliás, adoro este autor, um americano naturalizado português. Dele tinha lido já dois livros apaixonantes e que me impressionaram muito "A Sétima Porta" e "Os Anagramas de Varsóvia". Livros que valem a pena ler!

    Grata pela partilha.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Valem mesmo a pena! Todos eles!!! :) obrigada pela sua opinião e as sugestões que deixa aos nossos leitores :)

      Eliminar
  3. Boa tarde. Eu li o livro mas nao percebi no fim a relaçao que a sana tinha com a Mossad e o porque de a mossad ter possivelmente morto a sana.
    Precisava da sua ajuda pq amanha tenho de apresentar este livro e nao sei como explicar o final

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ATENÇÃO - CONTEM SPOILERS!!!!!!! Quem ainda não leu, não leia este comentário.

      Olá boa tarde. O final ficou em aberto e não se percebe o que será Sana para Mossad. Serão mesmo da mesma familia? Amigos? Farão parte de algum grupo terrorista? Algumas coisas apontam nesse sentido. Aliás, quase se insinua que Sana terá tido um papel fundamental para o desastre do 11 de Setembro, mas o autor não diz mais nada. Deixa isso em aberto. Penso que poderá referir isso mesmo quando estiver a apresentar o livro.

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%