Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

0

Anime: Soul Eater





Ano de Estreia: 2008
Género: Aventura, Comédia, Sobrenatural
Nº Episódios: 51
Director: Takuya Igarashi
 
 
 
Quem está familiarizado com o mundo dos animes com certeza que já ouviu falar em "Soul Eater", um anime relativamente recente que alcançou grande sucesso um pouco por todo o mundo. Daí que não tenha demorado muito tempo até termos começado a ver esta famosa história:
 
O palco principal de "Soul Eater" é uma escola no estado norte-americado do Nevada.
Os alunos deste estabelecimento de ensino são preparados para uma actividade algo invulgar: têm como missão eliminar da face da Terra as bruxas que aterrorizam os seres humanos e também destruír os ovos de Kishins, que mais não são do que seres maléficos que devoram a alma dos humanos em busca de poder.
É aqui que entram os jovens protagonistas desta história, três brilhantes alunos muito diferentes entre si mas que lutam por uma mesma causa: Maka Albarn, Death The Kid e Black Star. Cada um deles é acompanhado por uma arma especial que os ajudará ao longo das suas perigosas aventuras.
 
Se é verdade que a sinopse deste anime carrega consigo uma temática sombria e até potencialmente assustadora, bastam dois ou três episódios para que essa imagem caia por terra. A principal característica de "Soul Eater" é mesmo a sua vertente cómica: qualquer luta, qualquer situação delicada é inundada por situações cómicas, vividas quer pelos protagonistas quer pelos vilões.
Como fãs de animes, estamos habituadas a que estes tenham alguns apontamentos de comédia, normalmente em situações inteligentemente escolhidas contribuindo, desta forma, para um enriquecimento da história. Contudo, em "Soul Eater" a comédia é tanta, em situações muitas vezes completamente despropositadas, que toda a história acaba por perder o seu encanto e torna-se numa amálgama de parvoíces e coisas sem interesse.
Conclusão, ao fim de seis episódios desistimos de ver este anime e partimos para uma outra produção japonesa que se encaixa mais nos nossos parâmetros daquilo que constitui um bom anime: uma história inteligente, com protagonistas interessantes, repleta de momentos intensos e pouca, mas bem ponderada, comédia.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%