Envie esta página a um amigo!

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

0

Deixava de dormir por... : Novidades literárias do mês de Agosto


O tão desejado querido mês de Agosto foi a altura ideal para dormir mais horas, ir à praia, dar um passeio pelo campo ou para, simplesmente, passar mais tempo com a família e amigos. Contudo, não teria sido o mesmo se não tivesse sido acompanhado por novidades fantásticas que chegaram às livrarias portuguesas nas últimas semanas!




"O Inverno chega a Porvenir e traz com ele uma má notícia: a estação de correios vai fechar e o pessoal vai ser transferido para a cidade. Quem precisa de um carteiro num mundo onde já não se escrevem cartas? Cartas Por Um Sonho é um livro comovente, encantador e cheio de ternura, onde, através da corrente de cartas, vão desfilando personagens do nosso quotidiano, todas elas com os seus sonhos, a sua história, mais ou menos triste, as suas frustrações."









 "Os desafios que as pessoas inteligentes e criativas enfrentam com frequência - investigadores científicos, génios galardoados, escritores de sucesso, actores da Broadway, advogados poderosos, académicos - incluem ansiedade, excesso de reflexão, mania, tristeza e desespero. Em Porque Sofrem as Pessoas Inteligentes, o psicólogo Eric Maisel extrai, dos seus muitos anos de trabalho com as mentes mais inteligentes e brilhantes, o conhecimento para identificar estes desafios, muitas vezes devastadores, e oferece soluções baseadas nas práticas e nos princípios pioneiros da psicologia natural. As suas estratégias ponderadas incluem a lógica e a criatividade para lidar com os problemas que advêm de um cérebro que entra em sobrecarga de um instante para o outro. Com uma série de questões no final de cada capítulo, ele orienta o leitor de modo a que este crie o seu próprio mapa para uma vida calma e com sentido. Porque Sofrem as Pessoas Inteligentes é de leitura obrigatória para pais de crianças dotadas, assim como para os milhões de pessoas inteligentes e criativas que procuram uma vida com mais sentido."



"Hèctor Amat, um actor famoso que sofre de ataques de ansiedade, vê-se envolvido num terrível crime. Sem saber como, nem porquê, aparece num parque de estacionamento, junto de uma mulher assassinada. Por mais que se esforce para reconstituir os seus passos, não consegue lembrar-se do que aconteceu. O tempo e a investigação não jogam a seu favor, por isso, Hèctor decide pedir ajuda como derradeiro recurso para recuperar a memória. Visita então o consultório da psicóloga Eugènia Llort, a terapeuta que o atendeu depois do crime. Esta relação, num primeiro momento profissional, vai-se convertendo num relacionamento de dependência, que atingirá limites nada usuais. Para que Hèctor possa representar, a psicóloga vai todas as noites ao teatro onde ele interpreta Dick Diver, o protagonista de Terna É a Noite. Mas, tal como a sua personagem, um psicólogo que se apaixona por uma paciente, também ele acaba por se apaixonar perdidamente pela terapeuta."




"Um thriller moderno ao melhor estilo dos livros de Bourne Identity. O Homem Mistério é uma figura lendária cujo nome é sussurrado pela calada. Diz-se que quando os mais desesperados recorrem a ele, o Homem Mistério fará tudo para os proteger e salvar. Mas ele não é nenhuma lenda. Evan Smoak é um homem de imensas capacidades, empenhado numa missão pessoal de ajudar quem já não tem para onde se virar. É também um homem com um passado perigoso. Foi escolhido em criança para fazer parte do programa Órfão X, um programa especial de treino destinado a criar assassinos perfeitos. Ele era o Órfão X, mas Evan usou tudo o que aprendeu para desaparecer do mapa. Agora alguém lhe move uma perseguição. Alguém com os mesmos talentos e treino que Evan. E que irá explorar de forma implacável o ponto fraco de Evan – o seu próprio trabalho como Homem Mistério – para o encontrar e eliminar. Conseguirá ele enfrentar os seus adversários e recuperar a sua vida? "




"Primeiro volume da Trilogia Hotel das Recordações O histórico hotel de Boonsboro já viveu tempos de guerra e paz e teve inúmeros donos ao longo do tempo. Agora prepara-se para ser reinaugurado pelos irmãos Montgomery. Beckett, o arquiteto da família, está determinado a finalizar as grandes obras, mas a sua vida atarefada não o desvia de um outro grande objectivo: atrair a atenção da mulher por quem está apaixonado desde a adolescência. Depois de perder o marido e regressar à sua terra natal, Clare Brewster cedo se adapta à sua nova vida como mãe de três filhos e gerente da livraria da cidade. Com pouco tempo para uma vida romântica, Clare acaba por ser envolvida nos preparativos do novo hotel e deseja conhecer melhor o homem por trás dele. Enquanto não chega o dia da inauguração, Beckett e Clare conhecem-se melhor e sentem a crescer entre eles o início de algo novo… Irá abrir-se nas suas vidas a janela para um futuro juntos?"




"Esta é a história de um cão. E do pastor que visitou os quatro cantos do império português para o encontrar. O século XV está a chegar ao fim. As cidades de Portugal fervilham de comércio, e por todo o lado, rugem as serras dos construtores navais. Esta é a história de Lopo, um jovem pastor, com gosto simples e pensamento rápido. A sua felicidade está em levar as cabras ao monte e correr na praia com Guiomar, filha de um Conde. Lopo e Guiomar andam sempre na companhia do Latido, um magnífico cão de água. Até ao dia em que um capitão de caravela, ao regressar da Guiné, é recompensado pelo pai de Guiomar com a oferta do Latido. A perda do animal tira à jovem a vontade de viver. E Lopo decide seguir esse capitão para recuperar o cão e, com ele, o sorriso de Guiomar. Da cidade de Lagos à praça de Ceuta, das praias de Calecute às florestas do Brasil, Lopo visita os quatro cantos do império, arrastado pela navegação oceânica, pelos desígnios dos almirantes, os caprichos dos capitães e os sonhos do rei de Portugal. Depois do cárcere e da traição, da violência dos mamelucos e voluptuosidade dos hindus, da sobriedade dos nómadas e pureza canibal dos índios… será que Lopo regressará a Portugal? E o que aconteceu com o Latido?"






"São três da manhã e o sono parece não querer chegar. As memórias são tantas: os dias vividos, as fotografias espalhadas por esta mesa e a certeza… de que te amo acima de tudo nesta vida. Poderia passar o resto dos meus dias a escrever-te, a contar-te tudo o que despertas em mim, tudo o que fizeste para mudar a minha história. No fim de contas, fizeste de mim um homem melhor, um lutador que te abraça nas noites frias, que te beija nos instantes de loucura, que te protege em todos os dias desta nossa paixão."

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%