Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 15 de maio de 2017

2

Será que os Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? (Philip K. Dick)


Será que os Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? 
(Blade Runner #1)


Título: Será que os Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?
Autor: Philip K. Dick
Editor: Relógio D'Água
Edição ou reimpressão: 2016
ISBN: 9789896416027

Sinopse
O romance que deu origem ao filme "Blade Runner", do autor de "Minority Report" e "A Scanner Darkly". A Guerra deixou a Terra devastada. Por entre as ruínas, o caçador de recompensas Rick Deckard persegue a sua presa: os andróides desertores. Quando não desempenha esta tarefa, Deckard sonha possuir o maior símbolo de status da época: um animal vivo. É então que Rick recebe a sua principal tarefa: localizar seis Nexus, seis alvos que lhe podem valer uma enorme recompensa. Mas a vida nunca é assim tão linear, e a de Rick transforma-se rapidamente num pesadelo caleidoscópio de subterfúgios e enganos.


Opinião 
(Roberta Frontini)

Ultimamente tenho lido algumas coisas que fogem totalmente da minha zona de conforto. Sci-Fi é um desses géneros de que fujo a 7 pés. Não que tenha lido o suficiente para ter uma opinião minimamente formada sobre o género. Na realidade apenas vi filmes (e a verdade é que mesmo dentro dos filmes, há filmes de ficção científica que eu adoro). Portanto, para ser sincera, ainda estou a tentar compreender porque razão não gosto (ou digo que não gosto) deste género literário. 

Contactei com este livro a primeira vez no clube de leitura "Conversas Livrásticas" quando um dos membros o apresentou. Gostei bastante da temática e das questões que a pessoa dizia que o livro levantava. Apesar de tudo, tinha receio de o ler. Felizmente a pessoa insistiu em mo emprestar, e hoje posso dizer que fiquei contente por lhe ter dado uma oportunidade. Não considero que pertença à lista dos meus livros favoritos da vida, mas sem dúvida que foi daquelas obras que me fez reflectir (e me deixou a pensar se não deveria parar com este preconceito literário).  De qualquer das formas, deixo aqui esta nota: não sou de todo conhecedora deste género. Tinha apenas uma grande vontade em vos falar neste livro porque acho que não é muito conhecido, e acho que mais pessoas o devem ler, mas peço que compreendam que não será uma opinião muito completa ou exaustiva, porque sinto que não tenho conhecimentos suficientes para o fazer. Esta é apenas uma opinião extremamente pessoal (como aliás têm sido sempre os meus posts aqui). 

Em cima na sinopse podem compreender um pouco a história. A primeira coisa que nos chama à atenção é esta questão de humanos a conviver com andróides que, na verdade, me parece que acontecerá num futuro breve. Toda esta questão levanta outras interrogações: como será a convivência entre ambos? Até que ponto ser-se andróide é menos "humano" (ou mais condenável) que ser-se um Ser Humano? Um andróide sabe que o é? Poderão os andróides compreender ou adquirir características intrinsecamente humanas tais como a empatia ou o medo? Onde se traça a linha entre real e não real? As dúvidas sobre identidade são também muito prementes durante toda a obra... Mas Philip K. Dick vai mais além e faz-nos pensar sobre o poder da religião (ou dos mass media), a forma como os meio de comunicação social nos podem influenciar... Por exemplo, como pode uma sociedade onde se compreende que a religião é uma invenção, poder criar uma? Mesmo sabendo, à partida, que foi totalmente inventada? Os animais também ganham aqui um papel importante e, para mim que deixei de comer carne há uns tempos, consegui criar uma ligação especial com essa parte do romance. 

No entanto, ler esta obra fez-me lembrar um pouco do que me leva a fugir deste tipo de livros: o clima de pessimismo. Tento viver o dia a dia de forma optimista (o que não é de todo fácil sendo eu bastante negativa), mas ler obras que me façam sentir ainda mais este clima negro e de tristeza, faz-me sentir mais um baixo. E esse foi um dos pontos negativos da obra (para mim). Sei que nem todos vão compreender esta minha visão mais negativa do livro: esta é daquelas sensações mais pessoais que a leitura por vezes consegue activar. Um outro aspecto que me fez gostar menos do livro, foi o facto de algumas partes serem confusas. O livro está escrito de forma bastante cinematográfica, quase como se se tratasse de um guião de cinema. Mas esse aspecto não faz com que o livro seja mais linear. Na verdade como existem saltos muito velozes em algumas passagens, senti alguma falta de explicação em alguns aspectos, e por vezes dava por mim extremamente confusa. 

Quanto às personagens, gostei bastante da sua construção. Rick (e especialmente a relação dele com a mulher) exemplificam bem a decadência em que a Humanidade [pode] vir a cair. No mundo real, a alteração entre as relações humanas tem ocorrido de forma confusa (e a minha visão mais pessimista faz-me acreditar que as coisas não estão a ter uma evolução positiva). Por isso, esta questão da relação entre eles foi uma das coisas mais interessantes do livro (e que eu gostava de ter visto ainda mais explorado).

Por fim posso dizer que este me parece um livro que irá agradar aos fãs de ficção cientifica, mas não só: de certo agradará a todos os que têm interesse em tentar compreender melhor a "evolução" das relações humanas (por exemplo)... É um livro que, no final, nos deixa num misto de confusão, perplexidade e reflexão, colocando-nos a pensar sobre a realidade em que vivemos hoje em dia. 


Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Ao contrário de ti, adoro Ficção Cientifica, este é um dos livros que tenho na minha wish, já o queria ler e agora ainda mais.
    Aconselho que leias mais deste género, vais ficar agradavelmente surpreendida, acho eu!
    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Milu, obrigada pelo teu comentário.
      Tens mesmo de ler este e fico contente por decidires dar uma oportunidade :)
      sim, também acho que me vou surpreender. beijinhos
      Roberta

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%