Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 16 de junho de 2014

6

Livro: O cerco de Leninegrado



Título: O Cerco de Leninegrado
Autor: Michael Jones
Págs.: 368+16
Género: História/Política
Editora: Editorial Bizâncio

Somos as duas grandes apaixonadas - AMANTES - de História. Pessoalmente há épocas que me fascinam mais e a 2ª Guerra Mundial sem dúvida que é uma delas. Desde muito cedo que colecciono livros sobre o assunto, vejo documentários dobre a época... os meus trabalhos no secundários iam sempre "lá parar".
Assim, não é de estranhar que quando soube desta novidade da editora Bizâncio, uma editora de que gosto particularmente, o tenha logo querido ler.

O livro apresenta-se como sendo sobre o cerco de Leninegrado (como o próprio nome indica claro!) a tentativa que Hitler teve de "erradicar pela fome a população de uma cidade inteira". 

Quando peguei no livro fiquei logo entusiasmada com a parte central que nos apresenta 16 páginas de fotografias e retratos da altura (já vos disse que sou fascinada por esta época??). Depois fiquei surpreendida porque, na verdade, este é um livro de História! Sem tirar nem pôr. De facto não nos apresenta apenas relatos fieis dos que passaram pelo cerco, mas dá-nos uma introdução de História: um verdadeiro banho! Fala-nos da forma como Hitler arquitectou a cerco, como avançaram as tropas... dá-nos alguns detalhes sobre as tácticas usadas. Enfim! Este livro é fantástico para qualquer amante sobre uma das piores épocas que a Humanidade enfrentou.
Michael Jones faz-nos retornar aos bancos de escola de uma forma simples (sem ser simplista), apaixonante (nota-se o prazer que o autor mete na escrita da obra) e crua.

Mas, a certa altura, o "banho" inicial de história começa a esmorecer, e a misturar-se com os relatos das pessoas que viveram o cerco.. que estiveram no cerco.. algumas das quais, sobreviveram a um cerco que levou a que se mostrasse o melhor e o pior do povo soviético.
É impressionante, como os horrores da 2ª Guerra Mundial ainda hoje me surpreendem. Como foi possível, cercar-se uma cidade inteira, e deixarem-se as pessoas lá a morrer de fome!?

Este é, sem dúvida, um dos livros de história que mais me fez sofrer e entristecer com o comportamento humano! Um relato petrificante, cru e, sobretudo, real. Acredite que nunca mais será a mesma pessoa depois de o ler! Deveríamos ler muitas mais obrar destas!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

6 comentários:

  1. Querida Roberta! Um livro deveras interessante, e que seguramente vou ler. Aliás, o livro já existe cá em casa e já foi lido pelo marido:) Uma referência absolutamente interessante! Beijinho, Manuela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá cara Manuela! Que bom vê-la de novo por aqui :) Eu adorei este livro. É perfeito para qualquer amante de História, e o facto de estar ai em vossa casa é bom sinal! Sinal que têm bom gosto ;) :) ihihih Sem dúvida que este livro retrata as coisas de forma muito fiel.. chocante... mas foi a realidade!
      Um beijinho!

      Eliminar
  2. AINDA não li este, mas a crítica recordou-me a sensação com que fiquei após a leitura das crónicas de Fernão Lopes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É uma pena termos essa sensação.. é final que a realidade foi mesmo crua! :/

      Eliminar
  3. Só posso dizer que, apesar de chocante, é um livro de excelente leitura que faz querer ler ainda mais. ADOREI!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim.. é isso. As histórias são tão reais e verdadeiras que queremos sempre saber mais do que se passou

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%