Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

0

Livro: Caderno Vermelho (Pedro Cipriano)



Título: Caderno Vermelho
Autor: Pedro Cipriano
Páginas: 46
Género: Poesia

Sinopse:
Ao iniciar a viagem, o neófito nada entende, pois não consegue ver. Está cego e não o sabe. Os símbolos em que está imerso são como um livro, só o pode ler quem o souber decifrar. O conteúdo só está acessível a quem tem vontade e uma mente aberta. A abertura de horizontes não é um processo reversível. Não é possível voltar a dormir depois de se ter acordado completamente, assim como não é possível voltar ao ventre materno depois de nascer. Esta não é uma iniciação a uma ordem secreta, nem a nenhum clube de eleitos. É uma iniciação ao mundo real.

Opinião:
Este livro penso que desperta a curiosidade de qualquer pessoa que olhe para ele.
Pequenino e verdinho, o "Caderno Vermelho" chamou-me logo à atenção.
Só quando o Pedro teve a amabilidade de mo mandar é que percebi que se tratava de um livro de poesia.
Neste "caderno", Pedro Cipriano usa os poemas para descortinar um país e uma sociedade em decadência.. Sem dúvida que pretende fazer uma crítica aguda, actual e muito forte ao Portugal dos nossos dias.
A estrutura do livro faz toda muito sentido, estando dividido em partes.
Os poemas reflectem, assim, a realidade que nos circunda, mantendo a esperança, no leitor, que algo poderá mudar.
O ritmo impingido aos poemas está bem conseguido. Dei por mim a ler algumas quadras alto para ouvir o som das palavras, sem dar primazia ao significado. Gosto quando isto acontece.

Para quem decidir ler este livro, no entanto, aconselho a que prestem bem atenção à mensagem que o autor quer transmitir! Muito está ali escrito nas entrelinhas de cada verso... escondido atrás de cada poema.

Aconselho-o a quem gosta deste género literário, e a quem não tenha medo de pensar enquanto lê...


Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%