Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

5

Livro: O vestido cor de pêssego



Título: O Vestido Cor de Pêssego
Hussardos e Dragões - Livro 1
Autor: R. A. Stival
Edição: 2014
Páginas: 320
Editor: Editorial Planeta
ISBN: 9789896575328

Sinopse:
O general Amadeus Barnard, da Cavalaria Ligeira da Grande Armée de Napoleão, tinha um título de nascimento. Propriedades. Uma biblioteca preciosa. Era um herói nacional. Bonito como o diabo. Adeline Boissinot só tinha dois vestidos. Não: apenas um vestido - o que trouxera no corpo quando rumara até Paris, atrás de um sonho que nunca se realizaria... O outro, o vestido castanho que usava durante o dia e fora adaptado ao seu corpo delicado, era o vestido da criadagem. E ele era o seu patrão.

Opinião
Existem uma série de coisas que gostaria de destacar neste livro. Em primeiro lugar o aspecto estético, que a mim me diz sempre muito. O livro tem uma capa simplesmente maravilhosa! Penso que este seja um facto inegável. Assim que o tive nas mãos, senti logo a compulsão de o ler. Neste aspecto, a editora está claramente de parabéns!
Em segundo lugar, adorei a nota inicial da autora. R. A, Stival dá-nos uma introdução inicial, abrindo caminho para um melhor entendimento da história. Mais um aspecto bem conseguido. A conjectura histórica da altura em que se passa a trama ajuda assim a enquadrar todas as cenas. 

E depois vem a história. 
Sou uma grande apreciadora de romances históricos. A par com os policiais, são o meu género favorito. Por isso mesmo, comecei a leitura desta obra com grandes expectativas. 
O que mais gostei foi o facto de, inicialmente, me parecer que a trama era simples, e depois deixar de o ser. 
Adeline vive atormentada por um amor de infância, Philippe, que a relega pelo amor à medicina. Para fugir ao coração de pedra em que se transformou, vê à sua frente um homem 14 anos mais velho que ela, com uma boa posição social, que a ama incondicionalmente. Que decidirá Adeline? 
Ambientado numa altura de guerra e miséria, a autora traça-nos um quadro da época napoleónica com enorme rigor histórico. As batalhas descritas e a miséria vivida pelos soldados são descritas de forma profunda e detalhada. 
Existem ainda algumas passagens que eu descreveria como semi-eróticas. Confesso que estava com medo que o livro se centrasse no erotismo, e no entanto isso não aconteceu, o que foi uma óptima surpresa para mim que não gosta particularmente deste género. 

A obra incialmente vai-se alternando entre o passado e o presente. O que poderia parecer uma coisa confusa acaba por não o ser, pois R. A. Stival consegue enquadrar-nos muito facilmente na época em que está a narrar a história, contrariamente a outras obras que pretendem o mesmo feito, e que falham redondamente. 
Por fim nas últimas páginas nota-se o gosto que a autora está a ter a brincar com a imaginação dos leitores, metendo-os constantemente a questionar o final "Hum... será que...".

Em suma: é uma obra que aconselho claramente a quem gosta de um romance (história de amor) com enquadramento histórica, enfim, que gosta de histórias de amor arrebatadoras, e de algum erotismo (não excessivo). 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

5 comentários:

  1. Li o livro e me APAIXONEI ... A forma como a autora vai contando a história dá aquele gostinho de "quero mais" .. gostei pq no livro tem de tudo um pouco como: humor, suspense, amizade ... O amor nesse livro chega a ser poético ... Adorei :D :D ... Super recomendo, vale muito a pena :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Denise que óptimo! É verdade que o livro tem de tudo um pouco, sendo que o amor e a amizade sobressaem! É sem dúvida um livro a ler para os amantes deste género!

      Eliminar
  2. A alternância entre história e romance é cativante e as situações vividas entre os personagens é apaixonante! A autora escreve com muita sensibilidade e detalhes importantes que mantém a trama sempre atualizada com a história real da época. As cenas românticas são contadas com muito cuidado, o que não transforma a leitura exagerada e sim com muita suavidade e delicadeza. A capa diz tudo o que o livro traz, um romance de quero mais. Sem dúvida um livro que vale a pena ler!

    ResponderEliminar
  3. Convido-vos para aguardarem o segundo romance da série Hussardos e Dragões - a História do Dr. Philipe Albert. Grande abraço a todos e, mais uma vez, obrigada pela atenção!

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%