Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

2

Livro: Como não morrer de fome em Portugal



Título: Como Não Morrer de Fome em Portugal
Autor: Lucy Pepper
Editor: Objectiva
Edição ou reimpressão: 2016
ISBN: 9789896651329

Sinopse:
Um retrato cómico de Portugal sob o olhar atento e sátiro de uma inglesa. Lucy Pepper é acutilante, divertida e certeira a capacidade que tem para nos descrever, sem nunca denegrir, apontando sempre os nossos pontos fortes e o nosso enorme capital para melhorar enquanto povo e país.

Opinião 
(Roberta Frontini)


Alguns de vocês sabem que não sou 100% portuguesa. A minha mãe é, mas eu tive a sorte de ter nascido em Itália, o país do meu pai. Digo "sorte" não por odiar Portugal, mas porque tenho uma paixão incrível pelo meu país. Somos italianos (ou melhor, sicilianos que não gostamos de misturar cá as coisas!) e, felizmente, em minha casa sempre se viveu muito "à italiana". É por isso também que, apesar de já cá morar há muitos anos, ainda me sinto mais italiana do que portuguesa.
Para "piorar" as coisas, um dia passou-me pela cabeça que tinha de ir morar uns meses para o país que mais me fascinava na Europa: a Inglaterra, país de origem da autora deste livro. E fui! Assim, quando voltei para Portugal, tinha mais umas quantas possíveis comparações que podia fazer (como se não tivesse já suficientes).

Não gosto de comentários xenófobos, nem sequer gosto de generalizar características para um só povo, mas a verdade é que os portugueses têm algumas características que eu me divirto a "apontar" (e que, normalmente, deixam o português que me acabou de ouvir a fervilhar). Por isso mesmo, sempre me senti muito "sozinha" nestas situações e, com o tempo, aprendi a assinalá-las, mas a guardá-las para mim. Eis então que chega este delicioso livro, que me fez querer ir ter com a Lucy, dar-lhe um abraço (e dois beijinhos que eu sou das que dá dois*).

Este livro está brilhante! E não, não diz mal dos portugueses ou de Portugal! Este livro é muito mais do que à partida pode parecer. Pegando em pratos tipicamente portugueses, Lucy Pepper encontra sempre uma forma de introduzir um tópico interessante, normalmente relacionado com a forma como se vive em Portugal, ou a forma como os portugueses são. Traz algumas analogias com outras culturas que bem conhece (neste caso com Inglaterra) pelo que é um livro que alguém que conhece bem esta cultura poderá apreciar ainda mais. Eu voto para meter a Lucy Pepper a escrever crónicas deste género num jornal! Ler o livro da Lucy é rir do início ao fim. É ir virando páginas à medida que nos identificamos com as coisas. É dizer aos outros: "olha esta, deixa-me só ler-te esta páginas! Vê lá se não é mesmo isto que acontece!" 

Gostei de tudo neste livro: do facto de me identificar tanto com a autora, o facto de ela o tornar pessoal e não apenas em meras "críticas" (atenção que as criticas são negativas mas também são, maioritariamente, positivas! E são extensíveis a vários países. A Lucy não idolatra Inglaterra e trata mal Portugal, por vezes faz precisamente o contrário). Gostei do facto de começar em falar no Porto e depois de se centrar numa aldeia. Gostei das analogias à comida (apesar de eu ter deixado de comer carne quando estava em Inglaterra e, por isso, algumas descrições de pratos com carne me fazerem impressão). Gostei da crítica aos empreiteiros (que é das coisas que mais me queixo aqui!). Gostei da forma como a Lucy me fez rir e me fez sentir acompanhada nesta linda aventura que é viver em Portugal.

*quem tiver lido o livro vai compreende.. 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Olá Roberta,
    Estou muito curiosa com este livro :)
    Beijinhos e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom Isaura. Se depois leres avisa. Por acaso eu gostei bastante.
      Beijinhos
      Roberta

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%