Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

0

Livro: Uma parte errada de mim (Paulo M. Morais)



Título: Uma Parte Errada de Mim
Autor: Paulo M. Morais
ISBN: 9789897415609
Edição ou reimpressão: 09-2016
Editor: Casa das Letras
Páginas: 312
Página facebook livro/autor: https://www.facebook.com/Paulo.M.Morais/

SINOPSE

Um testemunho impressionante sobre como, às vezes, é o desvio que nos põe no lugar certo.
Em meia dúzia de meses, Paulo M. Morais ficou sem trabalho, terminou um relacionamento de doze anos e viu-se obrigado a vender a casa. Embora derrotado pelas circunstâncias, queria estar à altura dessa nova etapa de vida e concentrou-se na missão de cuidar da filha pequena e reatar os laços com a avó centenária que o criara. Sobreveio, então, um estranho cansaço, uma exaustão que a médica de família inicialmente atribuiu às pressões de um ano atípico. Podia ser. E, porém, depois de vários sustos e vinte horas nas Urgências do hospital, a verdade veio ao de cima: tinha um linfoma.
Durante o tratamento de oito ciclos de quimioterapia (em que a leitura foi a sua grande companhia), começou a escrever sobre a sua experiência. Mas este livro, embora inclua dados sobre os exames, os internamentos ou os efeitos secundários da medicação, está longe de ser um diário da doença; representa acima de tudo uma revisitação do passado, uma reflexão sobre o valor da vida e a real importância das coisas e das pessoas, o elogio do amor e da paternidade, uma busca contínua das diferentes partes erradas - e certas - que constituem um ser humano que tem de confrontar-se diariamente com o espectro da morte.

Uma Parte Errada de Mim não é, pois, apenas MAIS um testemunho sobre o cancro. É uma reflexão magistral sobre a condição humana, escrita com a beleza e a cadência de um romance no qual se aguarda um final feliz.

OPINIÃO
(Roberta Frontini)

Li este livro num ápice. Assim que chegou não consegui mesmo parar. O problema foi escrever uma opinião para ele depois... custou-me imenso. Tenho sempre muito mais dificuldade em falar de livros de que gosto do que falar dos que odeio. É sempre mais fácil dizer mal e apontar o dedo não é? Talvez...
A verdade é que já tenho recomendado algumas vezes este livro, mas ainda não tenho conseguido falar realmente sobre ele. 

Acompanho o trabalho do Paulo M. Morais através do facebook, e por isso mesmo acompanhei o seu percurso com o cancro. Foi essa a razão que me levou a querer logo ler o livro, e foi giro ir vendo e revendo coisas que tinha visto por lá. 

Comecei esta minha opinião dizendo que o livro se lê num ápice, e é verdade. A forma como está escrito leva a isso. Desengane-se o leitor que achar que, por abordar a temática do cancro, esta será uma leitura lenta e dolorosa (apesar de eu me ter emocionado em algumas partes, mas isso deve-se à forma como eu própria lido com a doença). Este é o relato do Paulo e da sua "aventura" com o cancro, mas também desta aventura de que todos fazemos parte que é viver. É um livro bastante pessoal que conta a sua perspectiva e a sua experiência... mas é ainda mais do que isso. O cancro é quase um pretexto para o autor contar a sua história de vida, as suas memórias e vivências. Foi talvez uma forma que o Paulo encontrou para revisitar o seu passado. É o seu relato ao longo de 8 ciclos de quimioterapia, mas é também o relato do seu percurso no mundo. É uma viagem ao passado do autor, mas é também uma reflexão do autor sobre a vida, a doença e o futuro. Disse-vos que me emocionei algumas vezes, mais pela forma como eu lido com a doença do que propriamente pelo livro em si. Eu sei que esta não era a intenção do autor, e o livro não é de todo lamechas, mas eu não controlo as minhas emoções e por isso mesmo digo, sem vergonha, que sim, chorei ao lê-lo! Houve partes que me emocionaram bastante. Não é essa uma das coisas mais maravilhosas que um livro nos pode dar? O fazer-nos sentir emoções... não apenas contar uma história, mas fazer-nos reflectir e experienciar? E essa parte já não tem só a ver com o livro e o autor, mas sim com as nossas próprias vivências. 

Posto isto, é um livro sobre cancro? Também... mas é mais do que isso... é um livro sobre vida, sobre amor, família... É um livro que de certo tocará as pessoas de diversas formas... É um livro que mais do que oferecer respostas, incentiva ao constante questionamento. É um livro que poderá soltar lágrimas, e rasgadas gargalhadas com o humor negro que se passeia por entre as páginas. É um livro a ler!


Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%