Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 20 de abril de 2015

0

Livro: Não sou esse tipo de miuda (Lena Dunham)



 
Ficha Técnica

Colecção: Diversos
Nº na Colecção: 82
Data 1ª Edição: 18/03/2015
Nº de Edição: 1ª
ISBN: 978-972-23-5529-2
Nº de Páginas: 288
Dimensões: 150x230mm



Entrevista vídeo com a autora aquihttps://www.youtube.com/watch?t=292&v=ABc0cg5YuHE

Sinopse

Os anos noventa tiveram Bridget Jones. A primeira década do novo milénio teve Carrie Bradshaw de O Sexo e a Cidade. Agora é o momento de Lena Dunham, a aclamada criadora, produtora e protagonista da série GIRLS.
A autora surpreende-nos com um divertidíssimo, sábio e sincero conjunto de reflexões pessoais que a convertem numa das mais talentosas jovens escritoras da atualidade. Em Não Sou Esse Tipo de Miúda, a autora aborda as experiências típicas de quem está a entrar na vida adulta: apaixonar-se, sentir-se só, pesar cinco quilos a mais não obstante só ingerir alimentos saudáveis, ter que falar numa sala repleta de homens com o dobro da sua idade ou encontrar o amor verdadeiro. 
Não Sou Esse Tipo de Miúda é uma obra criativa e inteligente, que capta de forma notável a comédia que tantas vezes se esconde nos acontecimentos mais comuns do dia-a-dia. O livro mais divertido do ano!

Opinião

Com a leitura deste livro acabei por sair da minha zona de conforto. Ler livros de não-ficção custa-me sempre mais do que ler um romance histórico ou um bom policial. 
Apesar de este livro ter despertado em mim sentimentos contraditórios, no final acabo por ter de admitir que a leitura desta obra foi uma boa experiência e que, no fim, valeu a pena. 

E é precisamente por ter sido um livro que me dividiu um pouco que decidi fazer este post de forma um pouco diferente. Vou no fundo enumerar os aspectos positivos e negativos do livro...

Apectos negativos: 
  • Dificuldade em se entender uma linha temporal - a autora fala de muitas cosias ao mesmo tempo, e por vezes fiquei baralhada. Em vez de enquadrar as coisas que conta numa linha temporal, agrupou-a por temas, mas mesmo assim perde-se um pouco ao nos contar a "história da sua vida". 
  • Lena Dunham versa demasiado nas questões do sexo. É verdade que uma parte do livro é sobre sexo e amor, mas mesmo quando não está a falar sobre isso a autora encontra sempre uma forma para colocar o sexo ao barulho... Também acho que fala de forma demasiado "leve" sobre as constantes bebedeiras que apanhava e o consumo de cocaína...
  • Tal como qualquer livro de não ficção, tem de ser entendido num determinado contexto e linha temporal. Tive dificuldade em enquadrar algumas coisas por me sentir um pouco deslocada da cultura dos USA. 
Apectos positivos: 
    • A utilização das ilustrações está bem feita. São bonitas e estão bem enquadradas! Gostei particularmente disso. 
    • A utilização de vários tipos de narração é outro aspecto bastante positivo. Neste livro não temos apenas textos.. há tópicos e e-mails... listas... enfim... Tudo isto torna a escrita muito mais fluída e rápida. 
    • Dei por mim a devorar este livro porque a autor consegue prender-nos com as suas histórias mirabolantes e hilariantes. 
    • Apesar de ter apontado em cima como um aspecto negativo a leveza com que senti que a autora abordava certos assuntos, a verdade é que em todas as páginas consegui sentir a sua honestidade. Nota-se que Lena Dunham não escreveu o livro com o intuito de agradar a alguém... apenas quis contar-nos o que aprendeu ao longo dos tempos (e a verdade é que acabei por aprender algumas coisas e penso que muita gente irá acabar por não cometer alguns erros graças ao que podrá aprender no livro). 
    • A autora conseguiu meter-me a pensar, mesmo utilizando o humor conseguiu abordar alguns temas mais sérios (como a morte ou o transtorno obsessivo-compulsivo) e, se estivermos no humor certo, é natural que fiquemos pensativos com algumas coisas. 
    • A forma como Lena descreve algumas situações fez-me conseguir criar alguma empatia com ela. Não concordo com muitas das coisas que faz, mas consigo dar-lhe o mérito que penso que merece! E sendo assim, quando terminei o livro, dei por mim a pesquisar mais sobre ela, a procurar coisas sobre a vida dela e sobretudo, sobre o trabalho que desenvolveu na TV, partindo praticamente do nada. 
    É um livro que acabou por ter mesmo valido a pena! Gostei!



    Roberta Frontini


    Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
    Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

    0 Opiniões:

    Enviar um comentário

    Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

    Ocorreu um erro neste dispositivo

    1%

    1%