Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 14 de abril de 2016

1

Livro: O Circo dos Sonhos


Título Original: Night Circus
Ano de Edição: 2012
Género: Fantasia, Romance
Autora: Erin Morgenstern


Sei que há pessoas que não me compreendem quando digo que, por vezes, compro livros pura e simplesmente por causa da sua capa. É que há obras cujo aspecto, por algum motivo, nos cativa de tal maneira que temos de as comprar, independentemente da história. Pois bem, “O Circo dos Sonhos” foi um dos meus mais recentes episódios de “julga um livro pela capa”.


Sinopse:
Um misterioso circo itinerante chega sem aviso e sem ser precedido por anúncios ou publicidade. Um dia, simplesmente aparece. No interior das tendas de lona às listas pretas e brancas vive-se uma experiência absolutamente única e avassaladora. Chama-se Le Cirque des Rêves (O Circo dos Sonhos) e só está aberto à noite.
Mas nos bastidores vive-se uma competição feroz - um duelo entre dois jovens mágicos, Celia e Marco, que foram treinados desde crianças exclusivamente para este fim pelos seus caprichosos mestres. Sem o saberem, este é um jogo onde apenas um pode sobreviver, e o circo não é mais do que o palco de uma incrível batalha de imaginação e determinação. Apesar de tudo, e sem o conseguirem evitar, Celia e Marco mergulham de cabeça no amor - um amor profundo e mágico que faz as luzes tremerem e a divisão aquecer sempre que se aproximam um do outro. Amor verdadeiro ou não, o jogo tem de continuar e o destino de todos os envolvidos, está em causa, assente num equilíbrio tão instável quanto o dos corajosos acrobatas lá no alto.
Escrito numa prosa rica e sedutora, este romance arrebatador é uma dádiva para os sentidos e para o coração. O Circo dos Sonhos é uma obra fascinante que fará com que o mundo real pareça mágico, e o mundo mágico, real.



Opinião:
“As primeiras páginas do livro foram das experiências mais avassaladoras que já tive enquanto leitora. Nelas, a autora coloca-nos no centro da acção, faz-nos sentir que somos personagens e que estamos a viver aqueles acontecimentos, a ver tudo com os nossos olhos e a ouvir com os nossos próprios ouvidos. À medida que continuei a leitura, percebi que esta seria uma jogada que Erin Morgenstern iria utilizar mais vezes ao longo do livro: em várias passagens ocorre como que uma interrupção da história principal e a perspectiva muda para o ponto de vista do leitor que, assim, pode ele mesmo percorrer os vários caminhos do misterioso circo e entrar nas suas convidativas tendas.

Relativamente à trama principal, numa fase inicial senti-me simultaneamente confusa e curiosa. Confusa, porque ao leitor são apresentadas muito poucas explicações sobre a competição que se está a preparar. É preciso avançarmos bastante no livro para perceber a sua origem, regras e objectivo. Curiosa, porque a componente mágica da história e a sua excentricidade fez-me acreditar que este seria um livro completamente diferente de tudo o que já tinha lido até agora.
Terminada a leitura posso dizer que estava certa: esta história não se assemelha a nada que eu já tenha visto. A autora consegue criar um mundo repleto de fantasia através de um circo simplesmente espectacular. Dei por mim, em quase todas as passagens descritivas dos cenários, a desejar com todas as minhas forças que este circo realmente existisse para que eu pudesse visitá-lo. É tudo tão maravilhoso, as tendas são tão surreais e os artistas tão especiais que sempre que abandonava esta leitura sentia-me desiludida por ter de voltar para o mundo real.
Aquilo de que menos gostei no livro, por incrível que pareça, foi o romance. Numa história tão diferente do habitual, não me agradou que a autora se socorresse desta “bengala” para tentar criar algo mais interessante. Simplesmente não me convenceu a química entre os protagonistas e achei tudo demasiado forçado e previsível.
Contudo, tirando o romance, adorei esta competição mágica e surreal. “O Circo dos Sonhos” foi uma verdadeira viagem alucinante que, durante alguns dias, me levou para muito longe, para um mundo fantástico!"


Por Mariana Oliveira 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

1 comentário:

  1. Eu comprei também pela capa e porque já tinha ouvido falar... Diz-me não ficaste curiosa para provar a cidra? ou os ratinhos de chocolate?
    *lenço vermelho ;)

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%