Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

0

Novidades Universal Music Portugal



CRISTINA BRANCO
"MENINA" JÁ SE ENCONTRA EM PRÉ-VENDA

O novo disco de Cristina Branco, “Menina”, já se encontra em pré-venda: a edição digital pode ser encomendada aqui, recebendo-se imediatamente o primeiro single do disco; a versão física, aqui, com 2€ de desconto até à data de lançamento.
Entretanto, nos Jardins da Presidência da República, na Festa do Livro, em Belém, Cristina Branco revelou, ao vivo, alguns dos novos temas do disco. 
“Menina” é editado dia 16 de Setembro e será o mote dos próximos concertos de Cristina Branco que, acompanhada por Bernardo Moreira (contrabaixo), Luis Figueiredo (piano) e Bernardo Couto (guitarra portuguesa), tem já agendadas apresentações um pouco por todo o país assim como em Espanha e França.


STING: NOVO ÁLBUM “57th & 9th” CHEGA A 11 DE NOVEMBRO
O álbum já está em pré-venda, no mesmo dia em que estreia globalmente o primeiro avanço, “I Can’t Stop Thinking About You”.

Sting está de regresso a 11 de Novembro com “57th & 9th”, o seu primeiro álbum de pop/rock desde há mais de uma década.

O projecto, que já está disponível em pré-venda digital e física, na FNAC, é uma bandeira da abrangência de estilos musicais e de composição a que o cantor foi habituando os seus fãs. O cartão de visita chama-se “I Can’t Stop Thinking About You”, uma das canções que surgiu numa produtiva onda de inspiração e que, em poucas semanas, juntou os seus mais próximos colaboradores (Dominic Miller na guitarra e Vinnie Colaiuta na percussão), bem como alguns convidados: o baterista Josh Freese (Nine Inch Nails, Guns n’ Roses), o guitarrista Lyle Workman e os The Last Bandoleros, a banda de Tex-Mex de San Antonio.

“57th & 9th” conta com a produção de Martin Kierszenbaum e o título representa a esquina de Manhattan que Sting atravessou todos os dias para chegar aos estúdios em Hell’s Kitchen, onde esteve a gravar durante este período. Aliás, o cantor nota ainda que se há um tema nas letras deste álbum, será o da viagem e do movimento, de forma mais explícita em “Heading South on The Great North Road” ou “Inshallah”, um depoimento na primeira pessoa da crise global de refugiados. Mas Sting aborda outros temas da actualidade: as mudanças no clima e até a morte de vários ícones culturais neste ano, de David Bowie a Lemmy Kilmister ou Prince: foi na semana do desaparecimento deste último que escreveu a tocante balada “50,000”

Disponível na versão standard e deluxe, “57th & 9th” terá ainda uma edição Super Deluxe, que irá incluir um DVD com uma actuação ao vivo e uma entrevista em estúdio, bem como um conjunto de fotografias exclusivas e liner notes exclusivas.


Bon Jovi revelam capa do novo álbum, "This House Is Not For Sale", à venda a 21 de outubro
Disco já está em pré-venda na loja online oficial do grupo

Os Bon Jovi acabam de revelar a capa do seu novo álbum, “This House Is Not For Sale”, o seu 14.º disco de estúdio, que revela a integridade, o legado duradouro e as relações mais fortes do que nunca de uma das maiores bandas rock do mundo. O álbum chegará às lojas a 21 de outubro, mas entretanto a banda lançou um site oficial onde “This House Is Not For Sale” já se encontra disponível em pré-venda, tanto em formato CD como vinil: https://bonjoviofficialmerch.com. As pré-vendas digitais serão lançadas a 9 de setembro.

A capa deste novo álbum foi revelada pelos Bon Jovi aos seus fãs através das redes sociais. É uma imagem impressionante a preto e branco de uma casa altiva e histórica, ancorada por raízes profundas, da autoria do artista Jerry Uelsmann. Desde que o líder Jon Bon Jovi viu a imagem, há vários anos, que algo de muito forte o inspirou. Aliás, essa imagem esteve sempre na sua mente enquanto compunha o mais recente single deste álbum, também intitulado “This House Is Not For Sale”.

"A imagem contava a nossa história… Agora é a nossa capa de álbum”, diz o músico. Sobre o single, Jon acrescenta: “Esta canção é sobre integridade e sobre o que atravessámos nestes últimos três anos. Ficámos ainda mais próximos e, como a canção diz, "this heart, this soul, this house is not for sale."

“This House Is Not For Sale" é o 14º álbum de estúdio dos Bon Jovi desde a estreia em 1984. O grupo reuniu-se uma vez mais com o produtor, vencedor de prémios Grammy, John Shanks, com quem começaram a trabalhar em 2005, no platinado “Have A Nice Day”, que chegou ao 1.º lugar dos tops de vendas de 15 países. Este será o primeiro grande lançamento dos Bon Jovi desde “What About Now”, que foi o terceiro álbum multiplatinado da banda a entrar, consecutivamente, no n.º1 do Soundscan.

“This House Is Not For Sale” estará disponível em duas versões: a edição standard contém 14 temas, enquanto a edição deluxe inclui 17 canções.


MICKAEL CARREIRA ESTÁ DE VOLTA COM "FÁCIL"
Novo single e vídeo do cantor marcam a sua estreia na Universal Music Portugal

Mickael Carreira prepara-se para iniciar uma nova fase do seu muito bem-sucedido percurso musical e agora que o artista se juntou à Universal Music Portugal é lançado também um novo single, “Fácil”. A canção já está disponível e abre as portas para o que será o seu próximo álbum de originais, a ser editado em novembro.

O vídeo deste “Fácil” também já está disponível e promete surpreender os seus milhares de fãs, sendo uma ideia original do próprio músico. Desta vez, Mickael Carreira vestiu a pele de um nerdque acaba por conquistar a rapariga mais bonita de uma grande festa de piscina. Este vídeo aliado à produção de Jowan e Rolo e co-produção de Mosty para este single e, claro, ao carisma de Mickael Carreira, fazem de “Fácil” a canção perfeita para este final de verão.

Enquanto o novo álbum não chega às lojas, Mickael Carreira continuará a atuar por todo o país, sendo que a atual digressão será concluída com um concerto no Coliseu do Porto, dia 11 de novembro, no qual serão apresentadas pela primeira vez ao vivo as canções que farão parte do disco.

Com uma carreira de 10 anos, Mickael Careira é, hoje, uma das vozes mais incontornáveis e populares da música nacional. Os números falam por si: 719.813 likes no Facebook, 140 mil seguidores no Instagram, 49.309 subscritores do seu canal de YouTube, 21.600 seguidores no Twitter e 7.934 subscritores no Spotify.

“Fácil” é o cartão-de-visita deste novo e entusiasmante capítulo da carreira de Mickael Carreira.



Emeli Sandé
Anuncia nova canção a 16 de setembro

"Hurts" assinala o regresso da cantora quatro anos depois da estreia

Só uma palavra vem à cabeça quando se ouve a nova música de Emeli Sandé. É palpável em cada nota, em cada letra; a sua presença visceral existe até no silêncio. Essa palavra é liberdade.

Foi desse sentimento de liberdade que surgiu o novo single de Emeli Sandé, “Hurts”. Uma balada cheia de alma e coração, “Hurts” foi produzida e coescrita com Mac & Phil (Miguel, Naughty Boy) e consegue encarnar tanto a dor mais crua, como a redenção mais rejubilante.

“Quis lançar a ‘Hurts’ primeiro porque senti-a como fosse tudo aquilo que evitei durante tanto tempo”, diz Sandé. “É mesmo uma explosão real. É tudo o que eu gostava de ter dito durante anos e anos. Não quis esconder mais nada.


Muito aconteceu a Sandé nos quatro anos que passaram desde que lançou o muito bem sucedido e aclamado álbum de estreia “Our Version of Events”. Não só foi o álbum mais vendido de 2012 e o segundo mais vendido de 2013, mas também atingiu 7 platinas, esteve sete semanas consecutivas em 1.º lugar no Reino Unido e ultrapassou os Beatles ao estar 63 semanas consecutivas no top 10 vendendo mais de 4,6 milhões de cópias em todo o mundo.

A cantora teve três singles em 1.º lugar no top do Reino Unido, incluindo “net to Me”, que chegou à platina nos EUA, com mais de 1,5 milhões de singles vendidos. Sandé foi também amplamente premiada, incluindo três Brit Awards, e distinções pelas revistas Q, Elle, Harpers e GQ. Inicialmente a multi-instrumentista estreou-se como compositora no meio urbano britânico, colaborando com artistas como Wiley, Wretch 32 e Chip, tendo-se mais tarde tornado numa compositora muito requisitada para grandes estrelas como Alicia Keys, Rihanna e Katy Perry.

Quando 2013 chegou ao fim, Sandé estava exausta e incapaz de ignorar a tensão que colocava em várias das suas relações mais próximas. “Soa um pouco dramático mas só queria desaparecer. Tive uma sensação esmagadora de que tudo tinha de parar”, afirma. “E aos poucos isso aconteceu.”

Agora, Sandé abre-se ao mundo e surge mais forte do que nunca. “Em retrospetiva era como uma espécie de panela de pressão à beira de estoirar. Tive de parar e olhar para mim mesma e perceber quem era. Essa foi a maior lição que aprendi, estar confortável com quem eu sou, com o que represento e com o que defendo.”

“Hurts”, e o restante próximo segundo álbum de Emeli Sandé, assinala um novo capítulo na sua vida. “Estou muito orgulhosa do meu primeiro álbum e agradecida pelas experiências que me deu, mas estou muito mais feliz com o meu novo álbum e com o sítio onde estou agora na vida.”

Bastille
Álbum chegou às lojas a 9 de setembro

Os Bastille lançaram “Send Them Off!”, o segundo single retirado do muito aguardado novo álbum do grupo, “Wild World”. A canção começa com uma intro bombástica, inspirada no hip hop, e conta uma história centrada na inveja irracional numa relação, enquanto o vocalista Dan Smith recorre a imaginário relacionado com “O Exorcista” e “Otelo”, ao lado de citações do filme sci-fi italiano dos anos 1970 “Cosmos: War of the Planets”. Esta é uma composição que desafia fronteiras, provocadora e altamente catchy.

O single “Good Grief” assinalou o regresso fenomenal da banda em junho. Viciante, esta canção, que fala de como lidar com perda de alguém que se ama, garantiu a melhor semana de lançamento para um grupo alternativo no Reino Unido em termos de streams.

O tema já atingiu o galardão de prata no Reino Unido, com mais de 250 mil cópias vendidas, não tendo saído do top 30 desde que foi lançado, há 10 semanas. O single precedeu “Take It”, canção influenciada pela sonoridade r&b, que foi acompanhado por um vídeo que era também um comentário mordaz sobre os media e a política atuais.

“Wild World”, o novo álbum, será lançado a 9 de setembro e sucede-se ao multiplatinado “Bad Blood”, disco de estreia, que vendeu mais de quatro milhões de cópias. O álbum mantém o ADN dos Bastille, com as suas composições cinematográficas, mas progride de forma a levar o som do grupo por novos caminhos. É um álbum ambicioso, tanto musicalmente como liricamente, incorporando novas influências dentro do mundo muito próprio do grupo.

A revista Q já escreveu: “‘Wild World’ é o álbum certo no momento certo”, tendo distinguido o disco com uma pontuação de quatro estrelas. “Send Them Off!” é mais um aperitivo para um álbum que marcará profundamente o ano musical.






Linda Martini
Estreiam curta-metragem no Doclisboa

“O Dia em que a Música Morreu” é apresentada dia 27 de outubro

Os Linda Martini apresentam “O Dia em que a Música Morreu”, uma curta metragem do realizador Bruno Ferreira, concebida de uma ideia original deste com a banda.

A ideia teve como ponto de partida a realização de um videoclip para o tema “O Dia Em que a Música Morreu”, um dos mais elogiados pela crítica, editado com “Sirumba”, o mais recente álbum dos Linda Martini.


O videoclip depressa passou a um filme documental cuja narrativa se constrói em torno dos mineiros de Aljustrel e da sua relação com o silêncio. Bruno Ferreira propõe um híbrido que nos priva os sentidos e faz com que as palavras que não podemos escutar ressoem contundentes no espaço interpretativo, dilatando as margens do cinema documental e do formato “vídeo clip”.

O filme conta com a participação do “Grupo Coral do Sindicato dos Mineiros de Aljustrel” e da companhia de teatro de marionetas Chilena “Silencio Blanco”.

A ante estreia, integrada no festival Doclisboa, está marcada para o dia 27 de Outubro, às 21h30, na Culturgest, em Lisboa. Trata-se de uma sessão especial dentro da secção Heart Beat e contará com a presença de Bruno Ferreira e dos Linda Martini numa sessão de perguntas e respostas aberta ao público, seguida de uma festa na qual todos os elementos da banda vestem a pele de DJs.


NORAH JONES: NOVO SINGLE JÁ DISPONÍVEL
“Flipside” faz parte do novo álbum da cantora, “Day Breaks”, que chega às lojas a 7 de outubro

Norah Jones acaba de lançar “Flipside”, novo single do seu surpreendente sexto álbum a solo, “Day Breaks”, que chegará às lojas a 7 de outubro pela Blue Note Records. O álbum assinala o regresso às suas raízes musicais e ao piano, sendo a alma gémea de “Come Away With Me”, o seu disco de estreia, com o qual conquistou 9 prémios Grammy. Em “Day Breaks” faz-se acompanhar por nomes emblemáticos da história do jazz, como o saxofonista Wayne Shorter, o organista Dr. Lonnie Smith e o baterista Brian Blade.

“Flipside” é claramente a canção com uma componente rítmica mais forte deste álbum, caracterizando-se também pela sua mensagem sociopolítica. O single está disponível em streaming no Spotify e na Apple Music.

“Day Breaks” já se encontra disponível em pré-venda na loja oficial de Norah Jones, no iTunes e na Amazon, sendo que os fãs que fizeram já a sua reserva recebem imediatamente os singles “Flipside” e “Carry On”. Este novo álbum será ainda lançado numa versão em vinil cor-de-laranja de 180 gramas, bem como uma versão “deluxe” em CD com quatro canções gravadas ao vivo.

“Norah Jones está no sítio certo quando precisamos dela… uma voz quente e doce, honesta e sem AutoTune”, escreveu o “Boston Globe” numa crítica muito elogiosa do primeiro concerto de Norah Jones no Newport Jazz Festival, durante este verão. Até ao final do ano a cantora continuará em digressão não só pelos EUA e Canadá, mas também pela Europa.



Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%