Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

2

Filme: Nunca é Tarde Demais




Título Original: The Bucket List
Ano: 2007
Género: Drama, Comédia, Aventura
Realizador: Rob Reiner


* Por Mariana Oliveira *

Histórias sobre o verdadeiro sentido da vida e como devemos vivê-la ao máximo já existem há muito tempo. "Nunca é Tarde Demais" não é excepção. Aquilo que realmente me levou a querer ver este filme foi a sua dupla de protagonistas: o talentoso Jack Nicholson e um dos meus actores preferidos desde  a minha infância, o incrível Morgan Freeman.


Sinopse:
"O multimilionário Edward Cole e o mecânico Carter Chambers vivem em mundos diferentes. Os seus destinos cruzam-se num quarto de hospital e descobrem que têm duas coisas em comum: um desejo de gastar o tempo que lhes resta a fazer tudo aquilo que sempre desejaram e uma necessidade inconsciente de se aceitar tal como são. Juntos embarcam numa viagem única, tornando-se amigos e aprendendo a viver com sensatez e humor."


Opinião:
Quando me decido a ver um filme com esta temática tomo por garantido que vou acabar lavada em lágrimas e decidida a aproveitar mais a vida a partir daquele dia. Este filme não foi excepção e no final lá estava eu agarrada a um lenço de papel e a planear mentalmente o resto da minha vida de forma a passar a viver todos os dias como se fossem o último. Sim,às vezes sou um pouco dramática...
Até aqui, nada de novo. Contudo, quero destacar em "Nunca é Tarde Demais" três aspectos que, a meu ver, tornam este num filme que todos devíamos ver.

Em primeiro lugar, a dupla de actores é realmente genial. Outra coisa não se poderia esperar de dois dos maiores nomes do cinema da actualidade. Actores que respiram representação, foi sem surpresas que  Jack Nicholson e Morgan Freeman me levaram às gargalhadas e às lágrimas. Com eles eu acreditei realmente na história de Edward e Carter. Fui levada a pensar que estava a assistir a uma luta pela vida por parte de dois seres humanos, esquecendo-me por momentos que se tratava de ficção. Ainda, o facto de todos conhecermos alguém próximo que já partiu ou que se encontra a travar uma batalha pela vida serviu para que eu vivesse tudo com muito mais intensidade.

Em segundo lugar destaco os lugares onde este filme nos leva. O pano de fundo desta história é uma grandiosa viagem que ambos empreendem e eu, irremediável apaixonada e curiosa por culturas e lugares diferentes, tornei-me no terceiro passageiro e embarquei nessa aventura com eles!

Em último lugar, não podia deixar de falar de uma interessante reviravolta que o filme apresenta a determinada altura. Neste género de histórias parto do princípio que consigo prever praticamente tudo o que vai acontecer mas "Nunca é Tarde Demais" conseguiu surpreender-me. Não posso, contudo, alongar-me mais sobre este aspecto senão iria tirar-vos o prazer de vocês mesmos serem surpreendidos.

Por tudo isto e porque considero que nunca é demais pensarmos sobre a nossa vida e aquilo que queremos fazer com ela, aconselho o visionamento deste filme a toda a gente, independentemente do facto de acharem que este não é o vosso género de história. Experimentem e depois... vivam!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%