Envie esta página a um amigo!

sábado, 23 de janeiro de 2016

0

My Own Portugal - Aldeias do Minho - Unboxing + Review dos produtos



Em Dezembro a My Own Portugal convidou os seus subscritores a passar o Natal nas Aldeias de Portugal do Vale do Minho, uma região rica em tradições, paisagens únicas e com aquele ambiente natalício pintalgado de neve.

Vejam em baixo a minha opinião detalhada dos produtos e, no final, o unboxing caso ainda não tenham visto.




Este é o conteúdo da Box. Fiquei muito surpreendida e, como sempre, satisfeita, pois mais uma vez fui apresentada a produtos que sei que farão parte da minha vida de agora em diante. Mas, mais à frente, vocês compreenderão melhor o que estou a falar. 

Postal



Todos os meses, a My Own oferece um postal colecionável, que tem a ver com a temática da Box. Este, mais uma vez, reflecte a qualidade do trabalho a que o artista Jorge Morgado nos tem habituado. Os espigueiros são lindíssimos, e o nosso país está repleto deles. Aqui o artista captou muito bem a forma como os podemos encontrar pelo país. Adoro-o!

Guia My Own


E mais uma vez o guia My Own apresenta-nos locais maravilhosos que podemos (e devemos) desvendar em Portugal. Foca-se no Norte, em aldeias que eu não conhecia mas que visitarei sem dúvida. Não faltam as receitas que também meterei em prática em breve (refiro-me mais especificamente aos biscoitos de milho).

Vinho Verde

Opinião
Não sendo eu grande apreciados de vinho verde, sempre tive presente que o melhor era o Muralhas. Associo esta marca aos almoços e jantares que faço com amigos no verão, em que todos a certa altura começam a pedir para abrir o Muralhas fresquinho que esta no frigorífico.
Por isso mesmo, tenho a certeza que a maioria de vocês já ouviu falar deste vinho, e eu confesso que nunca ouvi falar nele associado a coisas negativas. 

Sobre a empresaAdega de Monção
A Adega Cooperativa Regional de Monção, CRL, foi fundada a 11 de Outubro de 1958, por iniciativa de 25 viticultores.Situada em plena Região Demarcada dos Vinhos Verdes, na sub-região de Monção e Melgaço, região esta à qual foi reconhecido o uso exclusivo da designação de “Vinho Verde Alvarinho”.
A matéria-prima, aliada à cuidada seleção das uvas à entrega da Adega, conjugada com a tecnologia moderna de vinificação e um contacto de proximidade com os clientes, são o garante da qualidade dos seus produtos, produtos estes reconhecidos em Portugal mas também em grande parte do países da Europa, África, América do Norte e do Sul.

Doce de Morango e chocolate


Opinião
E chegamos a um dos produtos que, sem dúvida, nunca poderá faltar na minha cozinha. De agora em diante, para além dos doces e compotas que tenho sempre, este terá de lá estar. 
Este doce de morango e chocolate tem um cheiro divinal e foi o produto que mais chamou à atenção das pessoas que viram o unboxing (em baixo). Vocês não imaginam a quantidade de pessoas que me mandaram mensagens, comentários etc. a perguntar onde poderiam adquirir este fantástico produto. Pois bem, conheçam aí em baixo um pouco mais sobre a marca e saibam onde o podem fazer!

Sobre a empresa: Licomda
A licomda nasceu de uma experiência familiar em criar produtos diferentes começando por lançar no mercado doces com fruta e chocolate e licores de chocolate. Está no mercado há cinco anos ao longo dos quais tem ampliado a sua gama de produtos assim como tem melhorado as suas receitas de forma a ter conquistado já alguns prémios nacionais. Temos uma produção artesanal certificada de forma a qualificar os nossos produtos pela ausência de químicos e produtos transformados. O nosso principal objetivo é colocar produtos à disposição do cliente diferentes e extremamente saborosos.
Para adquirir - http://www.licomda.com/
Ou através do facebook - https://www.facebook.com/Licomda

Íman

Opinião
Apresento-vos o meu mais recente inquilino do frigorífico. E eu não sou de ter estas coisas lá coladas. Tenho apenas 2. Um tem um moinho e trouxe-o quando fui à Holanda. Até as cores são as mesmas. Ficam mesmo bem juntos. 
Foi este também o objecto mais cobiçado pelos nossos amigos do youtube que moram no Brasil. Quase todos referiram o íman e o quanto ele é fofo, e claro que eu só posso concordar!

Sobre a empresa: Azulejos e Artesanato
A tradição do azulejo na península Ibérica é longa e remonta aos tempos da ocupação Árabe. Prova disso mesmo são as peças no palácio em Granada (Espanha) e no palácio de Sintra (Portugal). Com a reconquista cristã os dois países reconheceram as vantagens praticas e estéticas desta técnica de cerâmica e continuaram com a sua produção. Nos nossos dias ainda há quem trabalhe esta técnica tal como seria feito há vários séculos. Os temas e os desenhos podem ser outros, mas a técnica permanece semelhante.
No concelho de Melgaço, em Castro Laboreiro podemos encontrar um artesão com mais de 17 anos de experiência com trabalhos feitos para todo o mundo, e visitando o seu atelier podemos fazer uma viagem no tempo conhecendo peças antigas e modernas. O seu desígnio, pintar à mão toda uma panóplia de temas na “tela branca” do azulejo em variadíssimas dimensões.   http://azulejo.weebly.com/

Biscoitos de Noz



Opinião
Eu até vos podia estar aqui a escrever sobre estes biscoitos, mas basta verem o vídeo para compreenderem o que achei deles. 
Estes biscoitos de noz são muito bons. O formato deles é bastante artesanal como podem ver pelas fotos, sendo que uns são mais queimadinhos do que outros, o que é fantástico, pois cada um pode tirar a gosto. 
Fiquei fã, e como podem ver no vídeo, não lhes resisti. 

Sobre a empresa: O Pomar das Andorinhas
O Pomar das Andorinhas nasceu em 2013 e começou por ser uma frutaria em Monção, onde duas irmãs comercializavam produtos portugueses e de produtores locais.Para o nome da marca, utilizamos um símbolo bem português, as andorinhas, por significarem prosperidade, retorno, família e fidelidade, valores inerentes a esta iniciativa. Hoje, O Pomar das Andorinhas é um negócio exclusivamente on-line de uma produtora artesanal de bolachas, biscoitos, doces e compotas. O verdadeiro sabor do que é feito em casa…Um verdadeiro pomar de artes e sabores caseiros…Tudo feito com uma pitada de carinho...

Chá verde

Opinião
Por esta altura vocês já devem ter compreendido como eu gosto de chá, e bebo chá várias vezes ao dia, sendo que o chá verde é quase sempre o que bebo assim que acordo. 
Nestes dias chuvosos e mais frios, é este o chá verde que me tem acompanhado, e eu faço questão de falar nele a toda a gente, nem que seja, pela originalidade do sabor. De facto, este chá foi inspirado.. num vinho! É verdade!
Mas não temam amigos, não sabe a vinho, mas tem sem dúvida um sabor fora do comum!

Sobre a empresaQuinta de Santiago
A Empresa da Família Santiago, pretende ser um elo de ligação entre o passado e o presente. O legado das gerações passadas, que de forma empírica se dedicaram desde sempre, com alma e sabedoria à cultura do vinho Alvarinho e a paixão e profissionalismo da geração mais jovem, deram glória aos vinhos Alvarinho – Quinta de Santiago, produzidos pela terceira geração da família.
A aposta na exclusividade e modernidade, no conhecimento e tecnologia adequados e a parte humana, composta por jovens atentos aos requisitos dos mais exigentes consumidores, leva a apresentarmos uma gama de produtos diferenciados e de grande qualidade. http://quintadesantiagoalvarinho.blogspot.pt/




Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%