Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 19 de maio de 2016

0

Livro: Avódezanove e o Segredo do Soviético



Género: Drama
Autor: Ondjaki
Editora: Caminho


* Por Mariana Oliveira *


Ainda sou uma novata nas andanças de leituras de autores africanos. Contudo, do pouco que li até hoje fiquei sempre agradavelmente surpreendida e “Avódezanove e o Segredo do Soviético” não foi excepção.


Sinopse:
"As obras do Mausoléu que irá albergar os restos mortais do presidente da República estão quase a terminar. Os habitantes do bairro vizinho descobrem que as suas casas serão destruídas porque o espaço circundante ao monumento será requalificado. Duas crianças decidem explodir o Mausoléu e assim poupar o bairro onde sempre viveram. Entretanto o responsável pela obra, um soviético, apaixona-se pela avó de uma das crianças. Entretanto essa avó tem de ser operada para lhe amputarem um dedo do pé. Entretanto existe uma outra avó que aparece muito mas não existe. Entretanto o plano das crianças falha, mas o Mausoléu é destruído…"


Opinião:
"Para mim Ondjaki tem um dom. Consegue colocar-se na pele de uma criança como se ele próprio nunca tivesse crescido e, assim, apresentar-nos o mundo sob os olhos inocentes e curiosos de um miúdo.
Sendo o próprio autor angolano e passando-se a história numa pequena terra na zona de Luanda, foi incrível conhecer as expressões que se utiliza nesse país bem como os pensamentos que povoam o imaginário daquele povo.
Comecei a história a rir, pois o sentido de humor das personagens principais é absolutamente delicioso, mas à medida que a história foi avançando fui ficando cada vez mais intrigada com cada uma das personagens e realmente interessada com o destino da sua pequena vila.
Apesar de ser uma história em si mesma extremamente simples, o sentido de humor, o vocabulário e todo o ambiente criado em torno da trama tornam este livro numa verdadeira pérola e deixaram-me cheia de vontade de visitar Angola e de ler mais obras de Ondjaki.

Percebo agora como é que dois países irmãos podem ter tantas coisas diferentes entre si e como a cultura angolana é absolutamente fascinante com todo o seu misticismo e modo de ver a vida.
Não me posso alongar mais nesta opinião pois esta é uma história tão caricata e simples que só mesmo lendo é que poderão perceber aquilo de que quero falar."

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%