Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

2

Livro: Outlander - Nas Asas do Tempo - Volume 1


NOTA: Amantes de Outlander NÃO leiam este post, ou se o fizerem, não me matem no final! Obrigada!




Título: Nas Asas do Tempo Outlander - Volume 1
Autora: Diana Gabaldon
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 774
Editor: Casa das Letras

Sinopse - ATENÇÃO que esta sinopse dá imensos spoilers, mas a culpa não é minha! 
Claire leva uma vida dupla. Tem um marido num século e um amante noutro… Em 1945, Claire Randall, ex-enfermeira do Exército, regressa da guerra e está com o marido numa segunda lua-de-mel quando inocentemente toca num rochedo de um antigo círculo de pedras. De súbito, é transportada para o ano de 1743, para o centro de uma escaramuça entre ingleses e escoceses. Confundida com uma prostituta pelo capitão inglês Black Jack Randall, um antepassado e sósia do seu marido, é a seguir sequestrada pelo poderoso clã MacKenzie. Estes julgam-na espia ou feiticeira, mas com a sua experiência em enfermagem, Claire passa por curandeira e ganha o respeito dos guerreiros. No entanto, como corre perigo de vida a solução é tornar-se membro do clã, casando com o guerreiro Jamie Fraser, que lhe demonstra uma paixão tão avassaladora e um amor tão absoluto que Claire se sente dividida entre a fidelidade e o desejo… e entre dois homens completamente diferentes em duas vidas irreconciliáveis. Vive-se um período excepcionalmente conturbado nas Terras Altas da Escócia, que culminará com a quase extinção dos clãs na batalha de Culloden, entre ingleses e escoceses. Catapultada para um mundo de intrigas e espiões que pode pôr em risco a sua vida, uma pergunta insistente martela os pensamentos de Claire: o que fazer quando se conhece o futuro? Um misto de ficção romântica e histórica, Outlander - Nas Asas do Tempo já foi publicado em 24 países.

Opinião
Depois de tanto ouvi falar sobre Outlander e porque me disponibilizaram os 2 primeiros livros, decidi dar uma oportunidade a esta obra. Sou fã incondicional de romances históricos e os livros têm capas tão bonitas que me senti logo tentada a tê-los. Felizmente antes de os comprar decidi ler o primeiro e digo-vos que se os tivesse comprado eu teria chorado cada cêntimos que gastei, pois este foi dos piores livros que já li em toda a minha vida, e tenho tantas coisas más a dizer sobre ele, que nem sei por onde começar (e nem vou dizer metade porque não quero spoilar). 
Apesar de eu adorar romances históricos, as minhas expectativas quanto ao livro não eram grandes. Se por um lado eu via muitas pessoas a dizer bem dele, por outro torcia o nariz, pois livros com viagens no tempo não são, de todo, apreciados por mim. Por isso mesmo acho que entrei para a leitura com o espírito certo: alguma curiosidade mas algum cepticismo. 
No entanto, se inicialmente o livro apresentava algumas cenas de erotismo tolerável, a verdade é que com o decorrer da leitura me apercebi que Outlander não é um romance histórico, mas um livro sobre SEXO, com SEXO e sadomasoquismo, com um pouco de história e.. mais cenas de SEXO. Para piorar, as cenas de sexo são acompanhadas de diálogos "sem sal" (e porcos). Como pode um homem que diz tanto amar uma mulher obrigá-la a ter relações com eles apesar dos pedidos insistentes para não ter? E mais, se a rapariga diz que "não quer" e ele a obriga a ter, como pode ela no final ficar satisfeita? É só a mim que isto mete confusão? Como pode um homem que ama tanto uma mulher espancá-la só porque ele lhe tinha avisado que o faria caso ela não se comportasse como era esperado? No fundo no fundo, gostaria de saber como pode um homem violar a própria mulher que diz tanto amar. Sim, porque para mim isso aconteceu aqui!

As personagens deste livros são, ainda, atrozes. Personagens sem qualquer tipo de personalidade. A Claire é inconstante, tem um marido que ama, mas que passados pouco tempo já trai sem quase nenhum remorso. Trai com um homem que praticamente não conhece. O Jaime é um tipo sem qualquer personalidade, um sonso sadomasoquista que permaneceu virgem até ao casamento e que depois só está bem a ter relações sexuais com a mulher e a tratá-la mal (mas ama-a muito... a sério?). E que deve ter um fetiche qualquer pelo marido da Claire já que está constantemente a pedir-lhe para ela lhe falar nele.. (sem comentários). Nem vou falar do Randall!! Querem o típico cliché de um vilão? Apresento-vos o Randall. Só faltou a autora mête-lo a dar risadas cavernosas e diabólicas (e agora que penso nisso.. acho que também o fez!).

Depois, já vos falei nos diálogos durante o sexo, mas muito dos diálogos ao longo de todo o livro são atrozes e descabidos. Nunca vi uma coisa assim. Para não falar que a Claire quando desvenda que vem do futuro recebe do seu Jaime um: Ok, acredito em ti. Sem perguntas, sem espantos.. mas o que é isto? Isto tem algum realismo por acaso?

Relativamente ao enredo? Para além do sexo o que encontramos? Uma série de peripécias clichés, com desfechos previsíveis e das quais a heroina se safa sempre (oh.. quem diria) de forma estapafúrdia.

Em termos de edição do livro (que nunca influência as minhas classificações finais) tenho a dizer-vos que acho muito mal um livro que custa 20€ ter a quantidade de erros e gralhas que tem. Não há ninguém a trabalhar na editora que reveja estas coisas? Ainda para mais o livro acabou de ser re-editado. É péssimo para o comprador. 

O trabalho histórico por parte da autora está lá, sim, só é pena é que aquilo de história tenha pouco. Ah, e até me esquecia do facto da personagem principal ser enfermeira e estar constantemente a dizer que é médica. Cada macaco no seu galho! 

Este foi um livro a que dei 1 estrela no goodreads porque não se podia dar 0. E acreditem que se não quisesse contar mais spoilers, muitas mais coisas teria eu a dizer...

Roberta Frontini

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%