Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

2

Filme: A rapariga que roubava livros (2013)




Realizador: Brian Percival
Cast:
Roger Allam ... Narrator / Death (voice)
Sophie Nélisse ... Liesel Meminger
Heike Makatsch ... Liesel's Mother
Kirsten Block ... Frau Heinrich
Geoffrey Rush ... Hans Hubermann
Emily Watson ... Rosa Hubermann
Nico Liersch ... Rudy Steiner

Países: USA | Alemanha
Língua: Inglês | Alemão
Data de lançamento: 23 Janeiro 2014 (Portugal)

Este vai ser um post controverso. Isto porque, já se sabe, gostos são gostos. E quando um filme é baseado num livro tão falado e conhecido, só se pode vir a criar controvérsia. Não que o meu post vá fazer alguma revelação estrondosa, ou que eu vá barafustar com algo. A verdade é que sei que irei desagradar a alguma gente.

Como sabem, este filme foi baseado no livro homónimo (podem ver a opinião da Mariana aqui). Tal como a Mariana, também adorei o livro, se bem que não me arrebatou como a ela. O final para mim foi muito melhor conseguido aqui no filme. Isto porque o autor decide, a certa altura, contar o final, facto que me desagradou. Aqui as coisas acontecem de forma mais progressiva. No entanto, a falta de pormenores, pode levar o espectador a perder-se caso não tenha lido o livro. 

A escolha das personagens parece-me acertada, tirando talvez a actriz que encarna Liesel. Imaginava-a um pouco mais magra, menos bonita, mas mais expressiva. 
Os eventos também ocorrem de forma diferente. Um verdadeiro amante do livro ficará bastante desiludido com algumas alterações impostas pela falta de tempo que, frequentemente, acontece nas adaptações ao cinema. A mim não me meteu confusão. É uma adaptação, não tem de ser uma cópia fiel. 

Apesar de tudo, esperava mais de Brian Percival. Isto porque sou grande fã de Downton Abbey.. pelo que pensei que ele acabasse por ser tão genial como o foi em alguns episódios da série. Assim, apesar de ter gostado de ver o filme, não me deu as emoções que procurava. Outro aspecto negativo foi o facto de se ter usado uma das coisas que mais detesto no cinema: colocar as personagens a falar inglês com sotaque alemão. No dia em que alguém me explicar o porquê, espero vir a ser uma pessoa mais feliz!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Ao contrário de "OS REGRESSADOS"que acabei de ler, "A rapariga que roubava livros" tem uma adaptação muito fidedigna ao livro, gostei dolivro e adorei o filme, vale a pena um e outro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso acho que não está assim muito fidedigna, mas não me incomodou muito porque eu já meti na cabeça que os filmes são ADAPTAÇÕES e que, obviamente, não conseguirão nunca meter tudo num filme! Por isso, no final, também gostei de ver o filme e concordo que vale a pena ler o livro e ver o filme :) Obrigada Pedro pela opinião :) Um beijinho

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%