Envie esta página a um amigo!

sábado, 19 de março de 2016

0

115ª Entrevista do FLAMES: Ivo Soares (artista português)


Ivo Soares, ex-concorrente do programa da SIC "Factor X", estreou-se a solo com o single “For a Little While”. Este tema é o primeiro, de uma série de singles que o músico irá lançar durante este ano, que promete agitar as playlists das principais rádios nacionais. 
Nascido a 6 de Junho de 1995, em Lisboa, atualmente é estudante da Universidade Lusíada no curso de Jazz e Música Moderna. Cantor, compositor e pianista em 2010 foi finalista do programa da SIC “Portugal Tem Talento”. Em 2011 foi selecionado para integrar a Big Band Júnior Hot Clube/CCB, como cantor. Ao longo da sua carreira tem tocado com grandes nomes do panorama musical português como Mário Laginha, Carlos Bica, Bárbara Lagido e Mário Delgado. Tem, neste âmbito, pisado vários palcos como Centro Cultural de Bélem, Hot Clube, Duetos da Sé, Teatro S. João (Palmela), “Festival de Jazz de Palmela” e “Abril Jazz Mil”. Elogiado pelo músico Mário Delgado como “profissional” e pelo maestro e músico Claus Nymark como um “talento de voz”, gravou em 2011 um single com Flip de Riviera e Deepblue, sendo o criador da letra e melodia. Em 2012 ganhou o concurso da MTV e cantou com a Áurea no Meo Like Music. Também teve grandes prestações no programa da SIC ‘Factor X’, em 2013. Ivo Soares escreve, produz e toca as suas músicas indo buscar influências ao R&B, Hip Hop, Jazz, Soul e Gospel. As músicas de Ivo Soares são o espelho da sua alma e 2016 promete ser o ano da afirmação das suas canções que começam a conquistar público de norte a sul do país.  

A todos os artistas o FLAMES pergunta... 

Quais são os artistas que mais te inspiram? 
São muitos os artistas que me inspiram. Principalmente aqueles que escrevem as suas próprias músicas e que são independentes artisticamente, pois é isso que me inspira mais ser. Ultimamente ando a ouvir muito Whitney Houston, Michael Jackson, Justin Bieber, Jhene Aiko e The Weeknd.

Há algum local onde gostarias muito de poder actuar? 
Adoraria actuar no Campo Pequeno e um dia irei de concretizar esse sonho.

Lembras-te de alguma situação caricata que já tenha ocorrido durante uma das tuas actuações?
Tenho imensas situações caricatas porque francamente tudo me acontece. Desde eu derrubar uma garrafa de água de 1,5 L para o chão do palco com os meus braços, o cabo do cair do microfone, etc. Mas eu encaro todas essas situações com humor e boa disposição. 

Que mensagem gostarias de ver a ser erguida num cartaz num concerto teu? 
“Venham ter o momento das vossas vidas” (risos).


Ao Ivo Soares o FLAMES pergunta... 

Qual foi a reacção das pessoas que te são mais próximas quando lhes disseste que querias seguir uma carreira no mundo da música?
Ao início todos duvidavam um bocado e desprezam um bocado esse meu desejo. Exceto os meus pais, eles sempre me apoiaram imenso e sempre me guiaram na direção certa. A partir do momento em que comecei a aparecer na televisão, todos perceberam que eu levo isto mesmo a sério.

Como defines o teu estilo musical?
Defino como uma mistura de RnB, Soul, Jazz e um pouco de Indie e Ambient Music. 

Participaste em mais do que um programa de televisão nos quais tiveste a oportunidade para mostrar o teu talento aos portugueses. Não temes que a tua imagem possa ter ficado demasiado "agarrada" a esses programas?
Sim, é um dos meus maiores medos da minha carreira e é por isso que estou a fazer o meu máximo para sair desse 'estigma'. Estou a criar a minha própria individualidade. 


Ao longo dos anos tiveste a oportunidade de partilhar o palco com vários artistas. O que aprendeste com essas experiências? 
Ao partilhar o palco com artistas, aprende-se imenso. É interessante e comovente ver como vários artistas encaram a vida na música e a vida no palco. Aprendi que todos conseguimos ter sucesso, se trabalharmos arduamente, se acreditarmos em nós mesmos e se conseguirmos usar os falhanços para nos motivar ainda mais e mais. 

Actualmente, estás a apostar na tua formação musical. Quão importante é isso, na tua opinião, para a tua carreira? 
A formação musical dá-me imensas ferramentas para crescer no meio musical e na música em si. E nunca vou deixar de estudar qualquer coisa, porque como se diz, na vida estamos sempre a aprender.

Sentes que Portugal recebe bem os novos artistas ou trata-se mais de um terreno repleto de dificuldades? 
Neste momento é um terreno repleto de dificuldades, é difícil rádios ou meios de comunicação acreditarem num novo artista, mas tudo se consegue com dedicação.

Qual consideras ser a melhor descrição de um concerto teu para quem nunca te viu a actuar ao vivo? 
Gosto de pensar nos meus concertos que o público é um grupo de amigos meus e que estamos todos em minha casa a beber um chá, a cantar músicas uns com os outros, a partilhar emoções e a conversar sobre várias coisas. Quando faço concertos, penso principalmente no público. Quero dar-lhes um momento que será difícil esquecer. 

Qual foi o melhor conselho que já te deram para vingar no mundo da música? 
Sê tu mesmo, não importa o que os outros digam.

Consegues imaginar onde estarás daqui a uns anos ou vives mais o momento e não pensas no futuro?
Não penso no futuro, vivo o presente. A vida surpreende-nos de formas que nunca iremos perceber! 


Obrigada Ivo pela disponibilidade e votos de muito sucesso!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%