Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 22 de abril de 2013

2

Filme: La Dolce Vita (1961)


Realizador: Federico Fellini
Ano: 1961
Trilha Sonora: Nino Rota
Idiomas falados: Italiano, alemão, francês, inglês
Género: Drama
Cast:
Marcello Mastroianni
Anita Ekberg
Anouk Aimée
Yvonne Furneaux
Magali Noël

A história: Ambientado em Roma, o filme conta a história de um jornalista italiano que vive a vida a contar histórias sensacionalistas das estrelas de cinema. É ao acompanharmos esta personagem que nos apercebemos de como funcionava a sociedade na época, especialmente em Roma, e de como os Estados Unidos começavam a influenciar a sociedade. Por outro lado, o filme aborda questões importantes, como as dificuldades de comunicação, os perigos de se viver uma vida mundana, tudo através de símbolos, por vezes, difíceis de descortinar.  

A nossa opinião: O filme custou-nos muito a ver pois é muito parado e algumas coisas não nos fazem sentido. Formatados um pouco à forma como os filmes hoje se apresentam, olhamos muitas vezes para as cenas que se desenrolam à espera da finalidade pelas quais aparecem. E nem sempre deve ser assim! Apesar disso, algumas partes (poucas a nosso ver) são muito interessantes e alguns diálogos muito bons, muito bens construídos e, estranhamente, muito actuais.

Os factos: Apesar de a nossa apreciação ser um pouco mais para o negativa, temos de dar ao filme o crédito que ele merece. De facto, La Dolce Vita é considerado um filme importante de transição do neo-realismo (que predominava) para o simbolismo. É considerado um clássico e, para muitos, um dos melhores filmes de todos os tempos. Segundo o The New York Times, é um dos 1000 melhores filmes de todos os tempos.

Os prémios:
Oscar (1962) USA: Melhor figurino - preto e branco. Indicado nas categorias de melhor diretor, melhor roteiro original e melhor direção de arte - preto e branco.

BAFTA (1961) UK:  Indicação na categoria de melhor filme.

Festival de Cannes (1960) França: Vencedor da Palma de Ouro.

Premio NYFCC (1961) USA: Venceu na categoria de melhor filme em língua estrangeira.

Sindacato Nazionale Giornalisti Cinematografici Italiani (1961) Itália: Venceu nas categorias de melhor ator (Marcello Mastroianni), melhor história original e melhor cenografia.
 
Fiquem com o trailer:




Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Opah...eu sou a pior...por muitos blogs que crie lá os deixo a morrer na praia...mesmo a suar de vontade de escrever.
    Mas Roberta...foste a maiorrrrrr em me mandar o postal!!! Fizeste-me ganhar o dia...a semana...e ter vontade de me sentar a escrever. Um muito obrigado...soube pela vida =)
    Beijo gigante meninas...continuem o bom trabalho!!

    ResponderEliminar
  2. ADREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEIA!!!! Que BOM! Não imaginas como fiquei contente por saber disso... agora quem ganhou o dia fui eu :)
    Eu e a Mariana falamos muito em ti... dos postes fantásticos que escrevias! Queremos ver-te a escrever mais vezes :) :) Beijinho grande! Continua a escrever também e não desapareças :)

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%