Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

2

Livro: Penélope - Liberdade, Medo e Solidão (Coletânea)


Ficha Técnica

Título: Penélope - Liberdade, Medo e Solidão (Coletânea)
Editor: Livros de Ontem + The Art Boulevard
Género: Conto + Fotografia
Autores: Álvaro Cordeiro, Ana Rita Sousa, Bárbara Lopes, Edson Athayde, Hélder Magalhães, Luísa Carvalho, Cidália Carvalho, Rita Só, Sílvia Mota Lopes , Soraia Ribeiro, Vasco Ricardo
Fotografia: Catarina Lopes, Flávio Moreira, Felipe Almeida, Fabielle Vieira, Paulo Cintra, Marina Barbim, Ricardo Reis Pereira, Ana Costa, Cristiana Gomes, Fábio Roque. 
Ilustração: André Freitas Santos.
Páginas: 225
Sinopse

Esta publicação junta num só livro 10 contos, 10 fotografias e 1 ilustração de 21 novos autores de expressão portuguesa, dando-lhes assim uma oportunidade de mostrar o seu trabalho e se integrar no mundo editorial. O primeiro número desta grandiosa coletânea tem o tema “Liberdade, Medo e Solidão”, promovendo assim trabalhos de grande qualidade artística e introspetiva. A coletânea Penélope pretende ser uma montra para a elevada qualidade artística e literária dos novos autores, constituindo-se assim como um meio de promoção e apoio aos jovens artistas de expressão portuguesa.
Opinião

É sempre complicado fazer uma opinião de livro de contos, mas à semelhança do que tenho feito em posts anteriores de livros de contos, vou dar a minha opinião breve sobre cada um dos contos. 

Conto: Quatro 
Autor: Edson Athayde
O Autor Edson Athayde foi convidado para escrever este conto nesta colectânea. Achei que o conto estava bem escrito e que tinha bastante potencial. Podia ter sido mais desenvolvido, eu teria gostado mais se assim fosse, mas a moral do mesmo é fantástica. Como disse, a ideia estava muito bonita.  


Conto: Todos os dias
Autor: Álvaro Cordeiro
Quando comecei a ler este conto já sabia que ía ficar, mais uma vez, deliciada com a escrita do autor. Álvaro Cordeiro tem uma escrita muito bonita e cuidada. Gostei bastante deste conto que conta uma parte da vida de duas personagens: Anselmo e Daniel. Terão eles algo em comum? 
Espero que gostem tanto da escrita do escritor como eu gosto, já tinha lido o seu livro "Nós, Vida" e adorado a forma como descreve pequenos e insignificantes gestos que, com a sua escrita, se tornam majestosos. Vale a pena ler!


Conto: Coração sem-abrigo
Autor: Ana Rita Sousa
Este conto deixou-me colada ao livro... esquecendo-me de tudo e de todos, mergulhei nas histórias de Leonel e Vasco, e deixe-me embrenhar pelas suas vidas. Um conto que me surpreendeu bastante pela escrita mas, sobretudo, pelo retrato que consegue tecer sobre alguns tipos de pessoas em Portugal, com uma vertente crítica que se entre vê bem nas entre-linhas.


Conto: A noite e a luz
Autor: Bárbara Lopes

A palavra que me vem à mente assim que penso neste conto é: originalidade. De facto, não é todos os dias que nos deparamos com um texto em que o narrador e personagem principal é.. uma ratazana. Eu destesto ratazanas, tenho uma verdadeira fobia a ratos e foi também por isso que algumas descrições feitas pela autora me conseguiram arrepiar. Um texto interessante sobre a escuridão, o poder hipnotizador da luz... enfim.. é preciso lerem para saberem mais...
 
Conto: Eis o que se decidiu cumprir
Autor: Hélder Magalhães
Este não é apenas um texto qualquer... ou um conto qualquer... o autor utiliza uma linguagem poética muito própria, que me deixou perplexa. Um conto que claramente se destaque dos outros, neste livro, pela sua linguagem. Gostei bastante de conhecer mais este autor. Neste conto seguimos um homem num momento muito particular da sua vida, mas para descobrirem qual é terão de dar uma oportunidade a este livro. 


Conto: Psicopata passageiro
Autor: Luísa Carvalho
 
O conto de Luísa Carvalho foi dos melhores contos que li nos últimos tempos. Num curto espaço de tempo (um conto) e centrando-se num curto período temporal (um trecho de uma viagem de autocarro), a autora conseguiu contar-nos uma história com uma excelente estrutura e com algum mistério. Senti-me agarrada à história desde o início e senti a atmosfera que a autora criou. Muito bem estruturado e escrito, proporcionou-me um bom momento de lazer ao mesmo tempo que me presenteou com algumas das frases mais bonitas que li nos últimos tempos. Parabéns à autora. 
 
Conto: Histórias de um Barreiro por trás dos montes
Autor: Cidália Carvalho
Mais um conto que me deixou estarrecida. Passa-se no Alentejo e a história de Cidália nos relata é de uma doçura inacreditável. Adorei a escrita e a história! 5 estrelas!
Neste conto, acompanhamos um pouco dos últimos anos de vida do Ti'Chico e viajamos esporadicamente ao seu passado, para compreendermos melhor esta personagem...


Conto: Decidi que escreveria
Autor: Rita Só
Gostei bastante da ideia deste conto, no entanto achei que poderia ter sido mais desenvolvido. Não deixou de ser um texto bastante original da qual não posso falar ou estragaria a surpresa quando o lessem. Parabéns à autora pela ideia!

Conto: Viajando em contramão
Autor: Sílvia Mota Lopes
Este conto era dos que tinha mais curiosidade em ler por gostar imenso dos trabalhos da Sílvia (em termos de pintura). Esta era então a minha oportunidade para ver como se saía ela na escrita, e não fiquei nada desiludida. A Sílvia é uma artista no verdadeiro sentido do termo, tendo escrito este conto maravilhoso onde reúne duas personagens que se tinham desencontrando. Neste conto a autora utiliza ainda a poesia para complementar o enredo. Gostei muito. 


Conto: Os contornos da Alma

Autor: Soraia Ribeiro

Mais um conto inteligente e interessante que reflecte sobre questões importantes como o medo e, sobretudo, a solidão. Gostei da história e da forma como nos foi contada. Neste conto são-nos apresentadas mais duas personagens cujos destinos se cruzavam ocasionalmente, mas cujo laço será reforçado por um importante evento...

Conto: Escape
Autor: Vasco Ricardo
Mais um conto cuja palavra que me ressoa na cabeça é: originalidade. Neste conto Vasco Ricardo deixou-me completamente colada às páginas com o rol de personagens que nos vai apresentando e que se vão entrecruzando. Num registo diferente do normal, o autor conseguiu construir diálogos inteligentes onde aproveita para tecer algumas acutilantes criticas à sociedade. Deixou-me água na boca para ler mais coisas dele. 



Avaliação final:


Roberta Frontini

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Olá!!!
    Tenho cá o "Penélope" e ainda não consegui começar a ler. Mas fiquei com vontade!!
    Obrigada pela opinião.
    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens de ler Marisa.. os contos valem a pena!
      Beijinhos
      Roberta :)

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%