Envie esta página a um amigo!

domingo, 11 de janeiro de 2015

0

Deixava de dormir por...: novidades do mês de Dezembro.


Não, o que nos distraiu no passado mês de Dezembro não foram as luzes de Natal que enfeitavam as montras das lojas, nem sequer o cheiro das iguarias natalícias. O que realmente nos chamou a atenção foram os livros que foram editados e que, por certo, nos tirariam o sono. São eles:




"Vai encontrar «Retrospectivas», no início de cada capítulo. Cada uma explora um tema-recorde - como os 60 anos no espaço, ou novas descobertas animais ou tecnologias de comunicações. É traçada a evolução de algumas das categorias de recordes favoritos. Uma das razões do sucesso do Guinness World Records ao longo dos últimos 60 anos é que tentou sempre abraçar os novos hábitos, modas ou tecnologias. É um livro de referência, que reflecte sobre o que está a acontecer à nossa volta. Este ano não é excepção, e é por isso que vai encontrar novas categorias de temas, tais como a impressão em 3D, Instagram e Twitter, transportes alternativos e a pirataria digital."



"Há sessenta anos que Portugal era humilhado pelos Filipes de Espanha. É então que um grupo de heróis
decide revoltar-se. 1640. O jugo espanhol dura há sessenta anos. Seis décadas de identidade roubada, pátria escondida e falsa lealdade. Mas algo está diferente: fala-se do enigmático Capitão Gualdim, que desafia o poder espanhol pelas ruas de Lisboa enquanto se conspira nas sombras e a guerra contra o domínio espanhol ameaça rebentar. Uma importante parte da nossa História ganha vida em O Último Conjurado de Isabel Ricardo, onde a realidade se cruza com a ficção. Duelos, emboscadas, amores e muito mistério envolvem as principais personagens, três jovens cavaleiros que vivem todo o tipo de aventuras. Um romance histórico que representa com rigor os factos ocorridos neste tão importante período da nossa História, enlaçado numa maravilhosa narrativa cheia de suspense."


"Barrada no pão ou degustada à colher, a nutella® é o produto alimentar que, mais do que qualquer outro, soube aliar gosto, prazer e energia. É para muitos o pecado da gula por excelência. Criada em 1964, a nutella® é hoje um verdadeiro mito, um fenómeno da sociedade, um produto de culto. O seu êxito depende apenas da qualidade, do gosto e da gula: com efeito, a nutella® representa para cada um dos seus consumidores um estilo de vida, um mundo especial no qual todos se sentem unidos pela mesma alegria de viver, independentemente da idade, da condição social e da origem geográfica. Este livro, que foca igualmente a história do produto, sugere ideias apetitosas que fazem da nutella® o ingrediente principal para realizar receitas insólitas e deliciosas. O suflé, o tronco de Natal, os croissants, as musses, os gelados, o fondue de frutos são apenas algumas das numerosas sugestões que lhe irão permitir saborear a nutella® de uma forma nova e original."

 
"A Expansão portuguesa confunde-se com a própria História de Portugal. Situado na periferia da Europa,
Portugal encontrou no mar um espaço favorável para traçar a sua configuração definitiva e para se projetar pelo mundo, procurando no exterior o que lhe faltava no território peninsular. Nos primeiros séculos da expansão, Portugal rasgou o horizonte dos europeus e uniu outros povos a um destino comum, gerando novos negócios, criando novas paisagens, possibilitando a circulação de gentes, objetos, animais, plantas, conhecimentos e ideias, e dando início à globalização. Ao longo dos séculos, o império foi-se alterando, e, se num primeiro momento, dominou uma perspetiva de imperialismo marítimo, posteriormente, o império português tornou-se dominantemente territorial. Já no último terço do século XX, o fim da soberania portuguesa em África decorreu em circunstâncias dramáticas, num processo de descolonização que deixou marcas profundas na política e sociedade portuguesas. Os historiadores João Paulo Oliveira e Costa, José Damião Rodrigues e Pedro Aires Oliveira traçam um retrato rigoroso e exaustivo da História da Expansão e dos Descobrimentos portugueses, que permite interpretar este processo histórico à escala mundial, analisando o comércio, a conquista, a missionação, entre outros temas, bem como os povos ultramarinos, com as suas civilizações e as suas organizações políticas, sociais e económicas, a que os portugueses tiveram de se adaptar. Um livro essencial para perceber o império português, que se estendeu por quase 6 séculos, desde a conquista de Ceuta em 1415, até 1999, ano em que Macau deixou de estar sob a administração portuguesa."

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Ocorreu um erro neste dispositivo

1%

1%