Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 24 de março de 2011

2

Artur Agostinho & Elizabeth Taylor

A semana ainda não acabou mas já ficou marcada pela perda de duas grandes estrelas: uma das mais queridas figuras em Portugal e a eterna Cleópatra.


Artur Agostinho
(25/12/1920 - 22/03/2011)


Nascido em Lisboa, Artur Agostinho tornou-se querido do público português em tudo aquilo que fez. Jornalista, actor, apresentador, radialista e escritor, teve sucesso em todos os trabalhos nos quais participou. Desde o filme "O leão da estrela" (1947), passando pela apresentação do primeiro concurso televisivo em Portugal, o programa "Quem sabe, sabe", Artur sabia o que fazia...e fazia-o bem! Premiado a 28 de Dezembro de 2010 com a Comenda da Ordem Militar de Sant'lago da Espada, que distingue todos aqueles que se destacaram nas áreas da literatura, ciência e arte, pelas mãos do próprio Presidente da República Cavaco Silva, viu reconhecido todo o seu mérito que os portugueses há muito tinham reconhecido.
Por certo que, tão cedo, não será esquecido no nosso país.


Elizabeth Taylor
(27/02/1932 - 23/03/2011)


A musa dos belos "olhos violeta" nasceu em Londres (Inglaterra) filha de pais oriundos dos E.U.A. Celebrizou-se entre as décadas de 1940 e 1960 com filmes que ficarão para sempre na memória dos amantes de cinema. Filmes como "O Gigante" (1956), "A árvore da vida" (1957), "Gata em telhado de zinco quente" (1958), "Bruscamente no Verão passado" (1959) e o célebre "Cleópatra" (1963) que a tornou na actriz mais bem paga de sempre por um filme naquela altura. Venceu por duas vezes o Óscar de melhor actriz ("Butterfield 8" (1961) & "Quem tem medo de Virginia Woolf" (1967)).
Mas nem só de cinema se fez a sua vida. Considerada uma das actrizes mais belas de sempre, Elizabeth casou por 8 vezes, sendo que duas delas foram com o mesmo homem - Richard Burton.
Também dedicou grande parte da sua vida a causas humanitárias, tais como campanhas para a ajuda ao combate à Sida. Por causa disso, foi distinguida, em 2001, por Bill Clinton, na altura presidente dos E.U.A., com uma Presidential Citizens Medal.
Ficará, agora, na memória de todos aqueles que, ao longo de tantos anos, admiraram esta grande artista e, acima de tudo, este grande Ser Humano.


Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%