Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

6

Filme: Ágora

Realizador: Alejandro Amenábar
Data de Lançamento em Portugal: 10 de Dezembro de 2009
Género: Aventura, Drama, Histórico, Romance

Cast:
Rachel Weisz           ...     Hypatia
Max Minghella         ...     Davus
Oscar Isaac             ...     Orestes
Ashraf Barhom        ...     Ammonius
Michael Lonsdale    ...     Theon
Rupert Evans           ...     Synesius

Duração: 127 minutos

Este filme não nos surpreendeu tanto como estávamos à espera, mas sem dúvida que vale a pena vê-lo, não só pelo seu interesse histórico como pela brilhante ideia do filme (que se baseia numa história verdadeira).

Esta passa-se no Egipto do Século IV. Na altura em que o Império Romano exercia, ainda, nessa zona, o seu poder. Foi nessa época que se iniciaram confrontos religiosos (e sociais), muitos deles bastante violentos, em nome de Deus.
A livraria da cidade era muitas vezes visitada por uma brilhante astrónoma - Hypatia. Esta, mesmo encontrando-se no século IV, possuía uma grande influência e tinha ainda muitos alunos e discípulos.

Hypatia é ainda o centro da atenção de dois homens: o seu discípulo Orestes, muito inteligente e talentoso, e o seu jovem escravo Davus, que se encontra dividido entre o amor que sente pela sua senhora, e a vontade de se juntar aos Cristãos.

Quando a sua zona é invadida pelos defensores de apenas um Deus, Hypatia tenta salvar as obras mais importantes que se encontram na fantástica biblioteca.

A partir desse dia, o mundo nunca mais iria ser o mesmo!

Mais um filme que nos mostra do que é que as pessoas foram, ao longo dos anos, capazes de fazer em nome de Deus.
Desta forma, Ágora mostra uma realidade que se encontra ainda presente nos nossos dias.

Aqui fica o trailer


Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

6 comentários:

  1. Adorei o filme! Óptima caracterização!

    ResponderEliminar
  2. Quando ouvi falar deste filme aquilo que mais me intrigou foi o seu título.
    Confesso que não fazia idéia daquilo que o filme abordava mas fiquei curiosa.

    ResponderEliminar
  3. oh meninas... está tudo bem?
    estão tão caladinhas....
    bjxx

    ResponderEliminar
  4. Filme para exercer o que nós, seres da superfície terrestre, vulgarmente tido e tratado como seres pensantes, mas que, em pensamentos e ações, demonstramos ser menos que os mais simples dos seres rastejantes, ao longo dos séculos fomos perdendo e destruindo: a reflexão, o diálogo, a auto-investigação!
    A cada dia nos tornamos meros "devoradores" dos recursos da Terra. Noutras palavras, tecnólogos trogloditas!
    No filme Vê-se, entre outras coisas, transportando para os dias atuais, o quanto avançamos em estupidez e ignorância!
    - Imperdível!

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%