Envie esta página a um amigo!

domingo, 23 de janeiro de 2011

14

Entretenimento: Biggest Loser

Hello, hoje vamos falar-vos de um programa que ambas seguimos frequentemente. Trata-se de um programa televisivo que passa na Sic mulher e que se chama The Biggest Loser (e não Big Fat Loser como uma de nós pensava...lol. Mas por motivos óbvios vamos poupar a vergonha de dizer qual de nós era).

A proposta do programa é "simples": Entre no programa, perca a maior percentagem de peso e...ganhe 250 mil dólares!

Os participantes competem em provas que visam o emagrecimento sendo pesados regularmente. Confessamos que a primeira vez que vimos o programa ficamos muito impressionadas e com medo pelos próprios participantes: será que eles não teriam problemas por estar a perder tanto peso em tão pouco tempo? Mas a verdade é que os participantes contam com a assistência de uma vasta equipa médica, são controlados regularmente e aprendem  competências importantes como a alimentação saudável, exercício etc.
Para além do mais, contam com treinadores que os ajudam a exercitar. De entre os vários treinados que já passaram pelo programa, 2 deles (talvez por serem os nossos favoritos) merecem destaque: Bob e Jillian!

Deixamo-vos o site principal do programa: http://www.nbc.com/the-biggest-loser/
Deixamo-vos ainda algumas fotos (não vos dizemos se são vencedores ou não) para não deixar spoilers ;)


e deixamos aqui o trailer:



E já sabem, se quiseram participar no nosso PASSATEMPO basta clicar aqui. Boa sorte!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

14 comentários:

  1. e dentro de pouco tempo vamos ter esse programa na sic

    ResponderEliminar
  2. O programa é nojentp, faz-me pensar na decadência de civilização em que nos estamos a tornar, enfiamos haburguers macdonalds pela garganta abaixo dos putos e depois reduzimos a sua auto-estima ao máximo com esta merda de programas

    Enfim, deviam ter escolhido outra coisa para falarem...

    Bjs

    madmax

    ResponderEliminar
  3. Comigo está mais ou menos, estou com um problema de pele. Mas o que me trouxe ao vosso bloge foi na verdade a importância de despertarem para o facto da vossa profissõa se alimentar da merda que este tipo de programas incute nos cornos das pessoas.
    Uma questão bem pertinente? Achas que haveriam psicólogos se houvesse televisão ou aquela merda de revista que anda nas bancas que se intitula, "happy woman" que mais faria sentido chamar-se "happy bitch"?

    madmax

    ResponderEliminar
  4. Hum...acho que não entendemos bem qual foi a tua questão pertinente...de qualquer forma, este não será, como é óbvio, o nosso programa de eleição, mas como tudo na vida devemos ver os dois lados da "coisa"...
    Vou dar um caso específico: se eu tenho um doente que me vem à consulta deprimido, e eu vejo que com ele funciona bem uma determinada estratégia que eu não gosto de usar, pk não usá-la se vejo que isso o ajuda?

    Bom, enquanto a sociedadenão mudar eu vou continuar a ajudar as pessoas da forma que melhor sei, dando o melhor de mim, e procurando o que com elas funciona melhor...
    e vou mais longe...
    se um dia tiver um doente com algum problema alimentar e eu vejo que ver algumas partes do programa lhe faz bem (pk ele até expressou isso em consulta) e se eu conseguir conciliar as duas coisa...pk não usar?

    ResponderEliminar
  5. Gostava que o Madmax me explicasse como é que um programa que mostra casos de pessoas que conseguiram ultrapassar uma das maiores epidemias do séc XXI, a obesidade, sem recorrer a quaisquer medicamentos ou cirurgias, apenas com força de vontade, sacrifício e determinação pode ser um mau exemplo para as crianças. Uma pessoa obesa ver a sua auto-estima afectada por assistir ao percurso de um obeso que conseguiu ultrapassar esse problema é o mesmo que as crianças ficarem desanimadas por verem exemplos de crianças que, como elas, frequentaram a escola e que um dia conseguiram formar-se e alcançar vidas de sucesso.

    ResponderEliminar
  6. Sara, bem visto. Concordo contigo.

    Às vezes convém, para o bem de todos, que quando se expresse uma opinião de comece por "entendo, mas tenho uma opinião diferente..." e não partir para o ataque!

    Cada qual tem a sua opinião, não é preciso vir para aqui (ou outro lado qualquer) mandar vir com as pessoas...enfim!

    ResponderEliminar
  7. Bem, a nossa opinião não era levantar tal debate...apenas falar num programa de sucesso que, quer gostemos quer não, vai passar a dar na sic entretanto...e mais vale informar as pessoas para que saibam de tal facto ;) é assim o flames!

    ResponderEliminar
  8. Epá, oh susaninha, n tás bem a ver a coisa.

    Mariana e Roberta, sugiro então uma coisa. Quando apararecer um ninfomaníaco como eu no vosso consultório ou um gajo viciado em pormnografia ou em sadomasoquismo como eu também sou viciado, porque é que não o mandam ver "noites de amesterdão" ou o "rancho das coelhinhas" pode ser que ele tenham força de vontade e começe a gostar de gajos.
    Não percebi a crispação da vossa amiga susana, nem percebi onde querem chegar com as justificações que me deram. Só quis dizer que a porra do programa faz-me querer vomitar as tripas, há uns anos atrás não havia obesos mórbidos porque o tipo de vida que levamos agora faz-nos ficar gordos que nem uns bois, e havendo bois porque não haver um programa que explore a condição de um homem ou de uma mulher que se tranformaram em bovinos porque os valores sociais que hoje defendemos já não se coadunam com a dieta mediterrânica.

    É decandente ver esses treinadores do programa que têm um esteriótipo de corpo a humilharem seres humanos como se vêm nos vossos programas. Têm de reconhecer que algumas das patologias que vocês curam não têm outra origem se não em certas figuras clichês como a Twiggy ou a Tyra Banks. Se dessem um tiro nessas porcas ter-se-ia curado a anoréxia ou a bulimia nervosa do mundo. Experimentem pegar fogo à mansão da playboy para ver se também não curavam as mulheres viciadas em plástico e silicone.

    Eu olho para os anúncios da Calvin Klein e a única coisa que vejo é fascismo. Falamos de corpo e quanto a isso não devia de haver fascismo.

    O que nos torna doentes diariamente é entrar-nos pelos olhos adentro constantemente mensagens publicitárias que nos fazem acreditar que se eu usar o champô x ou y vou jogar futebol como o grunho do Cristiano Ronaldo. Se eu depositar dinheiro no banco z ou k vou ser um homem de sucesso como o Mourinho e a única coisa que obtenho disso tudo é ficar sem o dinheiro porque um chulo levou o banco à falência ou pagou com dinheiro dos clientes uma ida a uma casa de alterne o que tecnicamente é fraude, ou quanto muito, o coro cabeludo queimado porque o champô do ronaldo é uma grande merda.

    Porque é que em vez de mandarem os vossos doentes ver essas merdas não os mandam fazer exercicio físico, levantar pesos, em vez de se andarem a envenar com hamburguers por terem uma auto-estima baixa. Confesso que abomino gordos, não têm um pingo de auto-estima e de força de vontade e arrastam os outros consigo.

    Apesar de respeitar a vossa profissão e de o vosso trabalho consistir basicamente em levarem com a merda dos outros como acontecia com os padres antes dos psicólogos, não posso deixar de ver que a vossa profissão só existe para resolver fantasmas contemporâneos a que as pessoas decidiram dar importância. Numa última instância, ignorem-se esses fantasmas e libertemo-nos do édipo.

    madmax

    ResponderEliminar
  9. Madmax,

    Pessoas obesas/ninfomaníacas/sadomasoquistas/(insere aqui o que quiseres) sempre existiram antes de a televisão, rádio, jornais, ou qualquer outro meio de comunicação aparecer. Por isso, dizer que tais problemas se devem a estas causas, na nossa opinião, não faz qualquer sentido. Existem mais pessoas obesas hoje em dia do que em qualquer outra altura? Já está mais que provado que sim. Mas não serão os automóveis, novas formas de cozinhar os alimentos, novos tipos de empregos (cada vez mais mecanizados), etc., os principais responsáveis??!
    E relativamente aos ninfomaaníacos e sadomasoquistas? Não terão eles sempre existido em todas as aldeias e localidades ficando, contudo, "escondidos" porque os preconceitos da altura, as mentes fechadas não nos permitiam falar de tais assuntos abertamente e não existia a televisão para nos mostrar que na aldeia x se passava exactamente o mesmo que na nossa?
    Respeitamos, claro está, a tua opinião sem, contudo, conseguir concordar com ela.
    E só mais um pormenor: comparar um psicólogo com um padre poderá significar uma de três coisas:
    - foi um exagero da tua parte;
    - não fazes ideia no que é que consiste a profissão de um psicólogo;
    - não fazes ideia no que consiste o trabalho de um padre.

    Da mesma forma que apreciamos e agradecemos a tua sinceridade (e acredita que gostamos sempre quando nos apresentas o teu ponto de vista), esperamos que entendas a nossa.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. Ah, só mais uma coisa.Esqueci-me de assinar o último coméntário mas penso que é importante fazê-lo pois o que disse trata-se da minha opinião pessoal.

    Mariana

    ResponderEliminar
  11. Perder tempo com discussões que não levam a lado nenhum não faz parte da minha filosofia de vida. Mas acho que há coisas que devem ser respondidas. Tu não conheces o nosso trabalho para dizer o que fazemos, e pior, insinuar o que devemos fazer!!! Pk nós tb nunca fomos ao teu ensinar-te como deves ser filósofo!

    "Porque é que em vez de mandarem os vossos doentes ver essas merdas não os mandam fazer exercicio físico, levantar pesos, em vez de se andarem a envenar com hamburguers por terem uma auto-estima baixa."

    Bem, se leres bem a minha resposta, eu não disse que os mandava ver os programas, mas tu já vi que por vezes não Lês os comentários como deve ser , ou então puxas as coisas para o lado que só tu queres ver...
    Lamento que tenhas de acabar por criar conflito com a maioria das pessoas que vão ao teu blog, e vice versa. Estava tudo bem, tiveste de vir fazer os teus comentários que, para além de depreciativos, servem só para demonstrar aquilo que és, um verdadeiro desrespeitador das o0piniões dos outros (coisa incompatível com filósofos parece-me).

    Ah, e mais uma coisa, adoro as tuas generalizações...o que vale é que para ti TODOS os gordos são isto e aquilo e mais aquilo...então vamos generalizar...todos os ciganos são ladrões sendo assim? E todos os magros? Cínicos? Ah, e já agora todos os italianos falam alto e só comem massa!! Ah, e não esquecer a típica "os psicólogos foram todos para psicologia para tratar dos seus problemas"... é que se for assim acabei de fazer uma descoberta: "todos os licenciados em filosofia são pessoas inúteis que criam blogues e vêm chatear as pessoas com comentários idiotas só por não terem mais dada a fazer na vida! Ah, e pela tua ordem de ideias, vamos matar todos os políticos pk não fazem nada, matar todos os modelos pk incutem mais exemplos, matar todas as pessoas que fazem tabaco e traficam drogas, etc etc...ou seja, vamos acabar com a humanidade!
    Bem que tentámos dar-te oportunidades de demonstrares que eras diferente do que aquilo que as pessoas que faziam comentários depreciativos no teu blog diziam...mas conseguiste provar o contrário...
    E escusas de te cansar a responder a estes comentários pk, da minha parte, serão todos cancelados sem sequer os lêr

    E mais não me apetece dizer...pk não vales a pena que eu gaste mais tempo por ti! Já perdi demais até...

    ResponderEliminar
  12. Pequena rectificação, até podes comentar, eu (Roberta) é que não me vou dar ao trabalho nem de ler nem de responder, e não é pk não aceite comentários ou opiniões contrarias às minhas, mas não gosto que as pessoas venham distorcer o que eu digo para dizer o que querem dizer!

    ResponderEliminar
  13. o sr madmax devia tratar-se!enfim...
    olá meninas! tudo bem? tenho andado um pouco desaparecida mas aos poucos vou entrando nos eixos!
    eu adoro o programa!é raro perder um episódio, o marido já se queixa de tanto biggest loser!
    bjs

    ResponderEliminar
  14. QUEM FALA MAL, É PORQUE PAGA PAU , VOCÊ DEVE SER UMA GORDA, SÓ QUE SABE FICAR NA FRENTE DE UM COMPUTADOR E FICA FALANDO MAL DE PESSOAS QUE QUEREM MUDAR DE VIDA, ISSO SE CHAMA SABE DE QUE ? I-N-V-E-J-A !

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%