Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

0

Entretenimento: CD Honeymoon


Lana del Rey - Honeymoon



A cantora e compositora Lana Del Rey, mais do que internacionalmente conhecida, acabou de lançar o CD Honeymoon.

E mais uma vez nos surpreende. As músicas são todas bastante calmas e, devo dizer algumas, "hollywoodescas" (apelando mais aos anos 50). Por exemplo, logo na música Honeymoon, a música que dá nome ao álbum aparecem traços cinematográficos. Parece uma música construída para um filme dos anos 50. E quase todas as faixas parecem assim na verdade. 

A minha favorita é a mais conhecida, a High By The Beach, que vou deixar em baixo: 


E penso que a qualidade desta música provocou um sentimento de antecipação enorme para este fantástico álbum. 

Pessoalmente e tendo em conta a música, achei que o CD teria músicas muito mais mexidas do que as que acabou por apresentar, o que no entanto nada esmorece na qualidade do álbum. 


Neste CD o amor continua a ser o tema principal, e a cantora revê o seu romance de um local "externo" ao mesmo, como se fosse uma expectadora e não uma personagem. Tudo isto aumentou a minha visão do disco como um álbum cinematográfico. 

Todas as músicas são congruentes umas com as outras, e o disco torna-se assim bastante consistente. Quem ouvir com atenção as primeiras músicas, saberá o que esperar das outras. Lana del Rey não nos engana, e a música mais diferente é mesmo a "High By The Beach" e a primeira.


1. Honeymoon
2. Music To Watch Boys To
3. Terrence Loves You
4. God Knows I Tried
5. High By The Beach
6. Freak
7. Art Deco
8. Burnt Norton
9. Religion
10. Salvatore
11. The Blackest Day
12. 24
13. Swan Song
14. Don't Let Me Be Misunderstood



Por outro lado sinto que Lana del Rey pegou em algum elementos de músicas anteriores e os conjugou aqui. Não há repetição de músicas ou sons, mas as pessoas que seguem o seu trabalho com atenção penso que entenderão o que quero dizer.

Na verdade, acabo por achar este álbum mais parecido com o "Born to Die" do que com o anterior, e o Born to Die é de longe o meu álbum favorito dela. 

"Terremce Loves you" por exemplo é daquelas músicas que primeiro se estranha e depois se entranha. Também esta me fez retroceder ao álbum "Born to Die". A primeira música seja talvez a que mais se "afaste" de todo o álbum, mas é sem dúvida, o início perfeito. 

Em 3 palavras este álbum é:

Cinematográfico
Coerente
Calmo

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%