Envie esta página a um amigo!

quarta-feira, 9 de abril de 2014

4

40ª Entrevista: Lacuna Coil (banda italiana) - Respostas por Andrea Ferro (Vocalista)



 Lacuna Coil 


Em 1997 nasciam, em Milão, os Lacuna Coil, uma banda de metal gótico. As suas canções são conhecidas não só em Itália, mas em todo o mundo. Já actuaram em Portugal e contam, neste momento, com os seguintes CD's: Lacuna Coil EP (1998), In a Reverie (1999), Half Life EP (2000), Unleashed Memories (2001), Comalies (2002), Karmacode (2006), Shallow Life (2009), Dark Adrenaline (2012), Broken Crown Halo (2014 – in  produzione). Vamos conhecê-los um pouco melhor...

Nome dos componentes da banda e instrumentos: 
- Cristina Scabbia - vocalista 
- Andrea Ferro – vocalista 
- Marco Biazzi – guitarrista
- Marco Coti Zelati - baixista

Respostas por Andrea Ferro

A todas as bandas/músicos, o FLAMES pergunta...



Porquê este nome para o vosso grupo? 
Em 1996, quando realizámos o nosso primeiro demo, chamava-mo-nos Ethereal. Quando chegou a proposta de contracto da Century Media apercebe-mo-nos que o nome já estava a ser usado por outro grupo. Assim decidimos encontrar um nome com mais ou menos o mesmo significado. Unindo uma palavra Italiana Lacuna com uma Inglesa Coil, criámos um nome original, que nos soava bem e que significava Espiral Vazia, mais ou menos como Ethereal. 

Músicos/Grupos preferidos que vos inspiram: 
No início, para além das grandes bandas rock e metal, inspiravam-nos bandas como Paradise Lost, Tiamat, Type O Negative, abraçando a parte mais dark do metal, depois crescendo abrimo-nos a muitas outras sonoridades e hoje inspiramo-nos em muitíssimas outras coisas, não apenas em bandas.

Qual o local onde mais gostariam de tocar?: 
Gostaríamos muito de voltar ao Japão onde já estivemos uma vez só, e depois também no Sul de África e na China onde nunca estivemos.

Lembram-se do vosso primeiro ensaio? Onde foi?: 
Os primeiros ensaios enquanto Lacuna Coil foram feitos em 1996 em um estúdio de Milão que se chama Jungle Sound. 

Quem compõe as músicas? 
A maior parte das músicas é o Marco Coti Zelati o nosso baixista. 

E as letras? 
As letras e melodias vocais sou eu que as faço com a Cristina. 

Que poster/mensagem gostariam de ver a ser erguido pelo público? 
Forza Milan and Lacuna Coil! 

A pergunta de sempre... como se conheceram e como decidiram iniciar esta banda? 
Eu e o Marco (Coti Zelati) andávamos no skatebord e no tempo livre tocávamos em casa algumas canções dos nossos grupos preferidos. Crescendo apaixonámo-nos sempre mais pela música até começarmos a encontrar algumas pessoas com quem tocar. O resto do pessoal do grupo conhece-mo-los no Midnight Pub um bar metal de Milão muito popular nos anos 90. Sempre fomos amigos, mesmo fora da banda.

Aos Lacuna Coil, o FLAMES pergunta...



Ficaram surpreendidos pela grande aceitação que tiveram a nível internacional? 
Seguramente que nunca teríamos imaginado, em 1997, de poder chegar a estes níveis, tocar pelo mundo fora e vender todos aqueles álbuns. Era impossível para um grupo de metal Italiano. Tudo foi muito para além das nossas expectativas!

Existe algum músico com o qual gostariam imenso de tocar? 
Certamente os Metallica e Rammstein, duas bandas de que gostamos desde sempre e que nos permitiriam dar-nos a conhecer a muitas pessoas.

A música italiana sempre foi vista com bons olhos no nosso país.. o metal italiano, pelo contrario, não é muito conhecido aqui. Na vossa opinião, ainda existem preconceitos contra as bandas metal?
A verdade é que o metal em Itália existe apenas nos undergrounds, nós somos um dos poucos grupos a conseguir imergir um pouco, mas a música tradicional, e agora o pseudo rap, são muito mais populares. A Itália não é um país de rock e sofre como muitos outros países latinos de um complexo de inferioridade que frequentemente se traduz numa mediocridade dos artistas mais populares.

Podem contar-nos uma história divertida que vos aconteceu num dos vossos concertos?
Uma vez estavamos em tour com Rob Zombie e tocámos na  House of Blues de Las Vegas. Depois do espectáculo, Rob entrou no camarote e pediu-nos se podia apresentar-nos o seu amigo Nick que nos tinha visto e que tinha gostado muito de nós. Obviamente que aceitámos, pelo que acabámos por nos deparar com o Nicholas Cage e o filho à nossa frente. Foi um momento surreal e inesperado, muito divertido.

Vocês fizeram algumas cover como a “Losing my religion” e “Enjoy the Silence”. Os R.E.M e os Depeche Mode deram-vos algum feedback das respectivas covers? 
Os R.E.M. não, mas os Depeche Mode em contrapartida sim, soubemos através da nossa editora que apreciaram a nossa cover e deram-nos permissão para fazermos o vídeo do mesmo sem pagar.

Os Lacuna Coil andam em digressão por todo o mundo neste momento para divulgar o seu mais recente CD. Agradecemos imenso o tempo que tiraram para esta entrevista! Foi uma HONRA!

Lacuna Coil 

Nel 1997 nascono, a Milano, i Lacuna Coil, una band di metal gotico. Le loro canzoni sono conosciute non solo in Italia, ma in tutto il mondo. Sono già stati in Portogallo ed hanno, in questo momento, i seguenti CD: Lacuna Coil EP (1998), In a Reverie (1999), Half Life EP (2000), Unleashed Memories (2001), Comalies (2002), Karmacode (2006), Shallow Life (2009), Dark Adrenaline (2012), Broken Crown Halo (2014 – in produzione). Cerchiamo di conoscerli un pò meglio… 

Nome dei componenti della band e strumenti. 
- Cristina Scabbia - vocalista 
- Andrea Ferro – vocalista 
- Marco Biazzi – chitarrista 
- Marco Coti Zelati - bassista 

Risposte di Andrea Ferro

A tutte le band, FLAMES chiede...

Perchè questo nome per la band? 
Nel 1996 quando realizzammo il primo demo ci chiamavamo Ethereal, quando ci arrivo' la proposta di contratto da Century Media ci accorgemmo che il nome era gia' usato da un altro gruppo cosi' decidemmo di trovarne un altro con piu' o meno lo stesso significato. Unendo una parola Italiana Lacuna ed una Inglese Coil, creammo un nome originale, che suonava bene e che significava Spirale Vuota, piu' o meno come Ethereal. 

Musicisti/Gruppi preferiti che vi ispirano: 
Agli inizi oltre alle grandi band rock e metal ci ispirammo a bands come Paradise Lost, Tiamat, Type O Negative, abbracciando la parte piu' dark del metal, poi crescendo ci siamo aperti a moltre altre sonorita' ed oggi ci ispiriamo a moltissime cose, non solo a bands. 

Posto dove vorrebbero di più suonare: 
Ci piacerebbe molto tornare in Giappone dove siamo stati una volta sola, poi anche in Sud Africa e Cina dove non siamo mai stati. 

Vi ricordate della vostra prima prova? Dov'è stato?: 
Le prime prove come Lacuna Coil le abbiamo fatte nel 1996 in uno studio di Milano che si chiama Jungle Sound. 

Chi compone la musica di solito? 
La maggior parte della musica Marco Coti Zelati il nostro bassista. 

Ed il testo? 
Il testo e le melodie vocali le facciamo io e Cristina. 

Che poster/messaggio vi piacerebbe vedere in mostra tra il pubblico? 
Forza Milan and Lacuna Coil! 

La solita domanda ... come vi siete conosciuti e come avete deciso di iniziare questa band? 
Io e Marco (Coti Zelati) andavamo in skatebord e nel tempo libero suonavamo in casa alcune canzoni dei nostri gruppi preferiti. Crescendo ci siamo appassionati sempre piu' alla musica fino ad iniziare a trovare altre persone con cui suonare. Gli altri ragazzi del gruppo li abbiamo conosciuti al Midnight Pub un locale metal di Milano molto popolare negli anni '90. Siamo sempre stati amici anche al di fuori della band. 

Ai Lacuna Coil, FLAMES chiede...

Siete rimasti stupiti della grande accettazione a livello internazionale? 
Sicuramente non ci saremmo mai immaginati nel 1997 di poter arrivare a questi livelli, suonare in giro per il mondo e vendere tutti quei dischi. Era impensabile per un gruppo metal Italiano. Tutto e' andato ben oltre le nostre aspettative! 

C’è qualche musicista con il quale vi piacerebbe tantissimo suonare? 
Sicuramente Metallica e Rammstein, due band che ci piaciono da sempre e che ci permetterebbero di farci conoscere da molte persone. 

La musica italiana è sempre stata vista con buoni occhi nel nostro paese (Portogallo)… il metal italiano invece non è tanto conosciuto qua…secondo voi, c’è ancora qualche preconcetto con le band metal? 
La verita' e' che il metal in Italia esiste solo nell'underground, noi siamo uno dei pochi gruppi a riuscire ad emergere un pochino ma la musica tradizionale ed ora lo pseudo rap sono molto piu' popolari. L'Italia non e' un paese rock e soffre come molti paesi latini di un complesso di inferiorita' che spesso si traduce nella mediocrita' degli artisti piu' popolari. 

Potete raccontarci una storia divertente successa in uno dei vostri concerti? 
Una volta eravamo in tour con Rob Zombie e suonammo all'House of Blues di Las Vegas. Dopo lo show Rob entra in camerino e ci chiede se poteva presentarci il suo amico Nick che aveva visto lo show e gli era piaciuto molto. Noi ovviamente accettammo e ci trovammo davanti Nicholas Cage con suo figlio. E' stato un momento surreale ed inaspettato, molto divertente. 

Avete fatto qualche cover, come “Losing my religion” e “Enjoy the Silence”. I R.E.M e i Depeche Mode vi hanno dato qualche feedback su la vostra cover? 
I R.E.M. no, I Depeche Mode invece si, abbiamo saputo attraverso la casa discografica che hanno apprezzato la nostra cover e ci hanno dato il permesso di farne il video senza pagare.

È stato un ONORE avervi a rispondere alle nostre domande. Grazie! :) 

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

4 comentários:

  1. Parabéns pela entrevista! Os Lacuna Coil são uma excelente banda. Bom trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São sem dúvida! E uma banda que seguimos há muito tempo :) obrigada e igualmente :)

      Eliminar
  2. Não fazia ideia que os Lacuna Coil eram italianos. Foi bom saber :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Carina :)
      É verdade, nem toda a gente sabe porque eles cantam maioritariamente em inglês :) mas a "Senza Fine" por exemplo é uma óptima música e está em italiano. Beijinhos

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%