Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 10 de abril de 2014

1

Livro: O Sorriso aos Pés da Escada


  
 
Título Original: The Smile at the Foot of the Lader
Ano: 1948
Género: Auto-descoberta
Autor: Henry Miller

 

Nem todos os livros podem ser geniais e mexer connosco, certo? Pois bem, a obra “O Sorriso aos Pés da Escada” serviu para me provar isso mesmo.

 
A história criada por Henry Miller tem como protagonista um palhaço, Augusto, que consegue levar, como nenhum outro, o seu público à apoteose. O problema na vida de Augusto é que, apesar de conseguir levar alegria à vida daqueles que assistem aos seus espetáculos, falha redondamente em conseguir ele próprio ser feliz. Por isso mesmo, decide abandonar o seu circo e partir em busca daquilo que o poderá realmente fazer feliz.

 
Apesar de a premissa desta pequena história ser interessante, a verdade é que, para mim, Henry Miller falhou em transmiti-la. Mesmo tendo sido publicada pela primeira vez em 1948 e de ser considerada por muitos como uma obra de referência de um escritor também ele extremamente conceituado, a verdade é que me apoio, para formar a minha opinião, numa afirmação do próprio Henry Miller sobre “O Sorriso aos Pés da Escada” quando este disse que esta tinha sido a sua mais estranha história que alguma vez escrevera: eu também a achei estranha, demasiado estranha.

O palhaço Augusto basicamente falhou em cativar a minha atenção e não consegui sentir-me minimamente interessada na sua busca pela felicidade. As ideias no livro são algo repetitivas, pouco desenvolvidas e as poucas frases realmente originais e belas são insuficientes para salvar esta obra.

Qual o propósito de Henry Miller ao escrever este livro? Pois bem, apesar de o autor explicar ao leitor o que pretendia com “O Sorriso aos Pés da Escada” numa breve nota no fim da obra, admito que não interpretei esta história da forma como ele a queria transmitir.

Bem, termino tal como comecei: nem tudo aquilo que lemos pode integrar o nosso grupo de obras de referência, por isso não quero dizer que este livro seja uma nódoa, mas simplesmente falhou, e por uma grande margem, o alvo. O meu alvo.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

1 comentário:

  1. a muito tempo quero ler esse por causa de uma pequena resenha no fim do livro Bisa Bia! opiniões a parte ainda pretendo ler o Sorriso!! Marcos Punch.

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%