Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

5

Série: 24


Ano estreia: 2001
Género: Acção, Drama
Nº Temporadas: 8
Produtores: Joel Surnow e Robert Cochran



Esta  é uma das séries que na primeira década do presente século mais prémios ganhou (incluindo 20 Emmy Awards). Conquistando legiões de fãs em todo o mundo, desde muito cedo que ouvimos falar em "24", contudo, um pouco por preguiça e também por cepticismo, não acompanhámos a série à medida que esta foi sendo divulgada no nosso país. Assim, 10 anos após a sua estreia, lá nos rendemos à curiosidade despertada pelos relatos entusiasmados dos fãs desta história e decidimos começar a vê-la.

A grande premissa de "24", que serviu de inspiração para o título da série, é a de que os acontecimentos em todos os episódios se desenrolam em tempo real, que é como quem diz, cada temporada com 24 episódios corresponde a um dia na vida dos protagonistas (um dia muito agitado, entenda-se...).
O herói da história é o agente Jack Bauer, um importante membro da L.A. Counter Terrorist Unit, que, ao longo da série, se vê envolvido em algumas explosões, muitos tiroteios, várias conspirações e inúmeros contratempos. Actuando sempre contra o relógio, Jack e a sua equipa vêem-se obrigados a pensar rapidamente e a agir ainda mais rápido se quiserem salvar o dia.


Confessamos que ainda não vimos todas as temporadas, mas daquilo que vimos a nossa opinião, no global, é bastante positiva. A série consegue prender o telespectador graças à alucinante velocidade dos acontecimentos e às constantes reviravoltas e surpresas que surgem com grande frequência ao longo dos episódios. Por causa disso, somos quase que "obrigados" a ver o episódio seguinte na expectativa daquilo que poderá acontecer a seguir que pode ser, literalmente, qualquer coisa!
O que não gostamos é da não total veracidade da premissa da história. Se é verdade que cada episódio corresponde a 24h da vida real dos personagens, sobre isso nada contra, já não é tão verdade que certos acontecimentos que na série surgem como se passando em escassos minutos, na vida real pudessem acontecer nesse tempo. É que ninguém nos convence que é possível atravessar-se uma cidade inteira, resolvendo mil e um assuntos ao telemóvel, em escassos 8 ou 9 minutos. Senhores produtores da série, nós também andamos de carro e sabemos como as coisas são!
Mas, concluindo, esta é uma série que, sem ser absolutamente genial, consegue cativar-nos e entreter-nos ao  longo de umas boas horas. 

Fiquem com o tailer:



Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

5 comentários:

  1. A famosa série!! Nunca me entusiasmou muito porque me parece muito dramática (apesar de ser bastante engraçado ver de vez em quando um ou outro cameraman "escondido"):P . Além disso, tem uma imagem muito escura, pelo menos eu acho.

    ResponderEliminar
  2. Não vi, mas tenho a opinião da Cátia... não sei, a série pode ser muita boa, mas não me seduz

    ResponderEliminar
  3. Nada como experimentarem meninas, depois já podem saber se os vossos "receios" se confirmam ou não.
    Mas prepara-te Cátia, pois os camaramen a aparecerem durante a primeira temporada é uma constante!

    ResponderEliminar
  4. Boa tarde.
    Sendo suspeito para falar, é sem dúvida MUITO redutor resumir "24" a imagens escuras ou cameraman escondidos.
    Acho uma série extraordinária, que de uma forma deliciosa nos envolve nos dilemas que são retratados episódio após episódio. Não pode, de maneira nenhuma, ser vista pontualmente....pois desvirtua por completo a série como um todo.
    Apesar de algo dramática - o que para mim joga a favor - não deixa de alertar para a promiscuidade associada às decisões políticas de uma forma arrepiante, ao ponto de nos deixar a dúvida se de facto estes personagens não existem na vida real (para mim existem!).
    O meu "fanatismo" apesar de grande permite-me ver alguns lapsos na série, mas permitam-me Mariana e Roberta, consideravelmente menos comparativamente a outras séries por ambas muito bem cotadas (já tivemos longas conversas sobre isto nas cantinas :))
    No fundo, já vi/vejo muitas séries(e.g. lost; prison break; breaking bad; white collar; alcatraz; the firm; person of interest; supranos; client list; CSI´s; animes; Anatomia de Gray; Dr. House......) e algumas muito boas (obrigado Mariana pelo bichinho que me pegaste) mas esta para mim aparece, de longe, em primeiríssimo. :)
    Mas, claro, os gostos não se discutem nem se justificam em meia dúzia de linhas num comentário.
    NOTA: sei que passaram 10 meses desde que postaram isto...quem sabe se já não viram tudo (não se esqueçam do filme entre as temporadas 6 e 7) e até concordam um pouco mais comigo :) ....
    Pedro Terrível.

    ResponderEliminar
  5. Olá Pedro!!

    Não, infelizmente ainda não vimos as restantes temporadas pois o tempo não abunda e continuam a surgir tantas séries e outros programas fantásticos que, infelizmente, nos impedem de ver tudo o que queríamos. Contudo, temos todas as temporadas connosco, bem como o tal filme, e contamos vê-las mal possamos.
    É bom saber que te tornas-te no "viciado" em séries :) esse é um bom vício que recomendamos a todos (com moderação, claro está!)
    Tens toda a razão, gostos não se discutem MESMO, tal como as paredes das cantinas já comprovaram pelas nossas discussões/partilha de opiniões que lá tivemos sobre grandes séries.
    Deixa-nos só dar-te uma sugestão, se é que ainda não a viste, de uma série de apenas 13 episódios (e sobre a qual já demos a nossa opinião aqui no FLAMES) -"Persons Unknown". É uma série que não te vai "roubar" muito tempo e que acreditamos que te vai "PRENDER" ao ecrâ do primeiro ao último episódio ;)
    Depois passa por cá para nos dares a tua opinião!

    Abraços!

    ResponderEliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%