Envie esta página a um amigo!

terça-feira, 12 de março de 2013

2

4ª Entrevista: Anita Carapinheiro (escritora)


Anita Carapinheiro

Ana Luísa Carapinheiro nasceu a 5 de Julho de 1982. É licenciada em Educação de Infância pela ESE Jean Piaget de Vila Nova de Gaia. Devido à sua grande vontade em adquirir mais conhecimentos e competências associadas à sua profissão, decidiu frequentar o Mestrado em Psicologia da Educação na Universidade Lusófona do Porto, realizando para tal uma tese de mestrado sobre as relações de amizade no pré-escolar. Assim sendo, a ideia deste livro surgiu durante a realização da investigação, na qual as crianças deram respostas genuínas e peculiares sobre a amizade.
 
Qual é a sua nacionalidade: Portuguesa
O seu Filme favorito: A vida é bela
O seu Livro favorito: O Alquimista
O seu Anime favorito: Não tenho
O seu Manga favorito: Não tenho 
O seu Evento/Espectáculo de música/Programa de Entretenimento favorito: Lenny Kravitz
A sua Série de televisão favorita: Anatomia de Grey

Começou com uma licenciatura em Educação de Infância e partiu para um Mestrado em Psicologia da Educação. Foi fácil, para si, estabelecer uma “ponte” entre as duas áreas?
A "ponte" sempre existiu pois frequentei o curso de psicologia antes de decidir que o meu caminho seria a educação de infância, não foi complicado criar uma ligação entre estas áreas, penso que um profissional  na área da educação pode e deve ter formação em psicologia, deste modo pode compreender mais facilmente as características, interesses e necessidades da  criança, contribuindo assim para o seu desenvolvimento.


"Ser amigo é” tem como base a sua tese de mestrado. Porque optou por “transformá-la” num livro?

Decidi transformar apenas parte da minha" tese" de mestrado num livro infantil. Durante a realização da análise de conteúdo das entrevistas  das crianças, verifiquei que  estas tinham concepções muito peculiares sobre a amizade e pensei: "porque não escolher as frases mais relevantes e colocá-las num livro?" Como sou educadora de infância, tenho conhecimento da  falta de livros sobre  esta temática para o público pré-escolar e, nada melhor que termos um livro feito e dirigido a crianças. Como tenho um amigo  ilustrador, conversei com ele sobre este projecto, expliquei-lhe quais os cenários que gostaria de ter para cada frase e o resultado final foi excelente.

Este seu primeiro livro consiste numa compilação de definições sobre a amizade feitas por crianças em idade pré-escolar. Foi, de alguma forma, surpreendida pelas respostas que obteve?
Tendo em conta que sou educadora de infância, não fui surpreendida pelas respostas, as crianças têm a capacidade de simplificar as coisas, ao contrário de nós adultos.

Como tem sido a reacção do público a este seu projecto? Surpreendeu-a de alguma forma?

Confesso que tive algum receio com a aceitação do meu livro já que este tem um formato diferente dos "livros normais", isto é, cada ilustração/frase sobre a amizade tem na página ao lado algumas perguntas que as crianças podem responder através do registo gráfico ou código escrito (dependendo da faixa etária).
No entanto, a reacção do público tem sido excelente, as crianças adoram o livro e as educadoras têm realizado trabalhos/projectos sobre os afectos muito interessantes, algumas colegas até apelidaram o meu livro de "destravador de línguas", porque após a leitura do livro todas as crianças querem expressar as suas emoções. Uma amiga e colega minha até criou uma música infantil inspirada no meu livro, com tudo isto posso dizer que sim,  fui surpreendida com a aceitação do  meu projecto que aconteceu por "acaso".

Pensa, no futuro, voltar a “aventurar-se” pelo mundo da escrita?
Sim, o "bichinho" continua cá dentro, brevemente irei lançar o meu segundo livro infantil "INI" e já tenho mais projectos a decorrer.


O nosso anterior entrevistado, o escritor João Paulo Santos, teve como desafio deixar uma pergunta ao próximo autor sem saber de quem se tratava. A pergunta foi a seguinte: "Considera-se uma escritora pelo facto de ter escrito um livro?
Não  me considero ainda uma escritora, apenas alguém que gosta de contar e escrever histórias para crianças.

Se pudesse, o que é que perguntaria ao próximo autor ou autora (ainda a definir) que iremos entrevistar? Qual a sua fonte de inspiração?


Obrigada à simpática autora... e quem será a próxima/próximo? Estejam atentos...

Para mais informações sobre a autora e os seus livros, aqui ficam duas das suas páginas do facebook:

Sinopse do livro

Devido à importância que a amizade assume no desenvolvimento social das crianças, este livro permite que estas possam conhecer e pensar um pouco mais sobre a importância deste tipo de relacionamento social bem como as formas de expressar os sentimentos que nutrem pelos companheiros no jardim-de infância. Assim sendo, o livro consiste numa compilação de definições sobre a amizade realizada por crianças em idade pré-escolar. As definições foram obtidas através de uma entrevista realizada exclusivamente para a elaboração de uma tese de mestrado em Psicologia da Educação. Deste modo, ao desfolhar o livro as crianças podem não só alargar os seus conhecimentos sobre esta temática bem como responder através do registo gráfico a algumas questões relacionadas com os conceitos associados às ilustrações, permitindo assim uma maior interacção entre o livro e a criança, sendo que posteriormente o livro pode ser “contado” pela própria criança.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Fiquei curiosa! Acho que esta ideia é muito original e engraçada. Parabéns à Ana Carapinheiro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida! E uma coisa importante foi que a autora não fechou numa "gaveta" o seu trabalho!!! Apoiamos imenso esta iniciativa e gostavamos de ver mais pessoas a fazer o mesmo! Parabéns!

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%