Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 11 de junho de 2015

2

Livro: Memória de Tubarão




Título Original: The Raw Shark Texts
Ano de Edição: 2009
Género: Ficção Científica, Mistério
Autor: Steven Hall
Editora: Editorial Presença


Peguei neste livro sem saber nada sobre ele. Nunca tinha ouvido falar nele nem sequer no autor. Mal sabia eu que estava prestes a ler a história mais rocambolesta que estas mais de duas décadas de leitura alguma vez me proporcionaram.

Sinopse: 
"Um homem acorda num quarto desconhecido sem saber quem é. Depois encontra um documento, onde está um nome, uma fotografia. Uma carta ali deixada sugere-lhe que contacte uma psicóloga, que o ajudará a perceber a situação. A Dr.ª Randle informa-o então de que ele sofre de um choque traumático na sequência da morte da namorada ocorrida três anos antes, que se traduz por uma amnésia dissociativa, com surtos recorrentes em que perde cada vez mais memórias. Eric vai recebendo cartas do seu «eu» anterior até que um dia, diante do ecrã de televisão, é atacado por uma criatura poderosíssima que o arrasta para um tempestuoso mar negro... Memória de Tubarão é um livro cheio de surpresas, uma aventura delirantemente imaginativa, divertida e inteligente, tanto quanto um romance que reflecte sobre o amor e a perda, e a frágil construção da nossa identidade. Um thriller psicológico que tem sido considerado um grande feito literário, ao nível de Paul Auster ou Murakami, e comparável a filmes como Memento e The Matrix."
 
Opinião:
O que é que foi isto?! Em que estava Steven Hall a pensar quando decidiu escrever esta história? Nunca antes tinha lido nada tão fantasioso, estranho e absurdo... e simplesmente fantástico!
Não se deixem enganar pela sinopse pois a história tem muito mais camadas e contornos do que aqueles que a apresentação do livro deixa antever.
Basicamente, tudo começa com um grande mistério: um homem, Eric Sanderson, acorda num quarto sem qualquer memória. Completamente desorientado, encontra uma luz ao fundo do túnel quando começa a receber cartas que foram escritas por ele próprio antes da sua amnésia. Cada carta adiciona mais pistas a este gigantesco puzzle e, quando dá por isso, Eric está envolvido na luta da sua vida: uma luta contra um tubarão, que espreita em cada sombra para o devorar.
Estranho?! Esta história é completamente alucinante! O autor transporta-nos para um universo repleto de reviravoltas, ideias alucinantes e personagens caricatas. A acção é nota preponderante nesta obra mas as questões mais emotivas e profundas não são deixadas de lado. De facto, o autor consegue dar o devido destaque às lutas pessoais, ao sofrimento e conquistas do protagonista. Mesmo sendo uma história de ficção científica com muito mistério à mistura, não deixa de ser um drama que nos apresenta uma personagem quebrada, perdida e em busca do seu Eu.

Ainda agora, quando penso no que li, fico abismada com a capacidade de Steven Hall em criar um livro com conceitos tão complexos mas que se interligam tão bem de forma a criar uma história interessante e que, por certo, agradará aos leitores que apreciam este género literário.

Não posso, contudo, terminar sem destacar um aspecto fantástico neste livro: a sua componente visual. De facto, a obra não tem a mesma apresentação da maioria dos livros, pois o autor brinca com as palavras por forma a criar imagens e adiciona mesmo outras componentes visuais criando, assim, um livro mais interessante e que surpreende o seu leitor a cada página pois nunca sabemos o que iremos encontrar. 
Fiquem com alguns exemplos daquilo de que estou a falar:




























Por Mariana Oliveira

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Olá Mariana :)

    Confesso que já tenho este livro há algum tempo na minha estante, mas de facto nunca tive "aquela" vontade de pegar nele! Mas pela tua opinião parece que vai acontecer! :)

    Beijinhos,
    Rosana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também me custou a pegar nele mas depois gostei muito. Acredita que nunca mais na tua vida lerás algo assim tão... diferente. Depois diz o que achaste ;)

      Beijinhos,
      Mariana

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%