Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

7

Livro e Filme: O Lobo de Wall Street

 
O Livro

 
 


Título Original: The Wolf of Wall Street
Ano da 1ª edição: 2010
Género: Comédia, Relato Biográfico
Autor: John Belfort
Editora: Editorial Presença

 
 
Quando peguei neste livro não fazia a mínima ideia da história que me esperava. É certo que o seu protagonista, Jordan Belfort, esteve nos holofotes do mundo na década de 90, mas a minha tenra idade nessa altura não me permitiu reparar nesse grande escândalo. Por isso, parti para esta “aventura” sem imaginar o que iria encontrar…
 
A história consiste num relato na primeira pessoa da loucura, exagero, extravagância, perigo e excesso que foi a vida de Jordan Belfort nos anos 90.
Entrou para a bolsa de Wall Street com apenas 26 anos mas a verdade é que aos 31 já era um milionário e um exemplo de sucesso num dos mercados mais competitivos do mundo.
Quando fundou a Stratton Oakmont, uma empresa de corretagem, Belfort estava longe de imaginar que em poucos anos a sua vida se transformaria por completo.
O problema é que nem tudo aquilo que o jovem corretor e os seus companheiros fazem é legal. Aliás, muito do que eles fazem é do mais ilegal que pode haver. Jordan Belfort está mesmo a brincar com o fogo. Quanto tempo mais conseguirá ele enganar as autoridades?
 
Este livro surpreendeu-me em vários aspetos.
 
Para começar, a escrita está surpreendentemente bem estruturada, clara e adequada, algo que eu não esperaria de um ex-corretor da bolsa de Wall Street. Mas a verdade é que Jordan Belfort sabe apresentar a sua história de uma maneira interessante e sem aborrecer o leitor com demasiados e complexos pormenores do mundo bolsista. A cereja no topo do bolo foi mesmo o sentido de humor do autor que nos arranca algumas gargalhadas ao longo do livro, muitas vezes nas situações mais inesperadas.
Outro fator que me deixou de boca aberta foi a vida que Belfort teve em inícios da década de 90. A descrição de todos os seus excessos com drogas, sexo e dinheiro deixam qualquer leitor de boca aberta e transportam-nos para uma realidade que nunca pensámos ser possível existir, muito menos sair-se vivo dela!
 
 
Concluindo, esta leitura é extremamente agradável por ser em simultâneo divertida e intensa, por nos apresentar uma história perigosa e prazerosa.
 
 
Uma coisa é certa, depois de lerem “O Lobo de Wall Street” vão perceber que neste mundo há pessoas que vivem vidas completamente loucas e excessivas. Vidas a que vale a pena dar uma espreitadela.
 
 
 
 
O Filme
 
 

 
Título Original: The Wolf of Wall Street
Ano de estreia: 2013
Género: Comédia, Relato Biográfico
Realizador: Martin Scorsese
 

 
O filme, tal como a maioria das adaptações de livros ao grande ecrã, tem a ingrata tarefa de em pouco mais de 3h contar a história de Jordan Belfort. Como devem estar a pensar, tal apenas é possível se se omitirem alguns pormenores e este filme não foi exceção. Contudo, não quero com isto dizer que a mais recente obra de Martin Scorsese não esteve à altura do desafio. Longe disso!
 
 
“O Lobo de Wall Street” captou na perfeição os exageros, loucuras e perigos da vida de Jordan Belfort e o sentido de humor não foi esquecido! O filme tem algumas cenas verdadeiramente caricatas e divertidas.
 
 
Mas o grande destaque desta película tem que ir para o inigualável Leonardo DiCaprio, que para não variar encarnou na perfeição mais uma personagem e tornou-a sua. Ele foi um Jordan Belfort perfeito e permitiu que quem foi ver o filme, tendo ou não lido o livro, saísse da sala de cinema abismado com a vida inusitada do bolsista e com o seu carisma contagiante.
É um filme que recomendo a todos os adultos que queiram presenciar, na primeira pessoa, um exemplo de “como se ser um excelente ator” e sem dúvida a todos os que tenham lido o livro para ver como é que este grande realizador e incrível ator conseguiram dar vida ao inesquecível Jordan Belfort.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

7 comentários:

  1. Não li o livro, apenas vi o filme. Posso dizer que o adorei pela sua abordagem fresca e diferenciadora ao assunto e pela realização cuidada que nos transporta para um mundo radicalmente diferente do "típico" filme de Hollywood.

    Quanto à versão escrita, apenas posso dizer que detestei a linha gráfica da capa.

    Obrigado pela critica =D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É pena que não tenha começado pelo livro pois tem muitos mais pormenores, como é de esperar, e o lado cómico e "fresco" da história está ainda mais evidente.
      Mas é verdade que o filme não esteve nada mal ;)

      Eliminar
  2. Não li o livro nem vi o filme (ainda), mas acho importante dizer: o Leonardo Dicaprio merece um Óscar! Dêem-lho de uma vez! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que estou com medo do Matthew Mcconaughey... ele que nem se atreva a ganhar o Óscar este ano! Que vá para a fila durante anos tal como o DiCaprio fez!!

      Eliminar
  3. O Matthew Mcconaughey está nomeado com que filme?
    De qualquer das formas, concordo contigo! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ganhou o globo de ouro com o filme "Clube de Compras Dallas" -_-

      Eliminar
    2. Peço desculpa pela minha ignorância... ;) ainda bem que o Flames existe para me esclarecer estas dúvidas existenciais, como sabes eu tenho uma alergia qualquer a pesquisas no Google (é uma forma de obter informação demasiado facilitada e eu duvido de tudo que vem assim de mão-beijada :P)

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%