Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 19 de junho de 2014

0

Livro: Os Filhos do Éden


 
Título Original: The Hammer of Eden
Género: Romance, Acção, Policial
Ano de Edição: 2014
Autor: Ken Follett
Editora: Editorial Presença
 

A mais recente obra de Ken Follett editada em Portugal chama a atenção de qualquer leitor, num primeiro instante, pela sua sinopse, no mínimo, original e curiosa:
 
Sinopse:
“Desde os longínquos anos 60, da Guerra do Vietname e da explosão da cultura hippie, na Califórnia, uma pequena comunidade vive isolada no sopé da Serra Nevada. Aí, os seus membros praticam agricultura de subsistência, para consumo próprio, mas também se especializaram na produção de um excelente vinho que vendem, proporcionando-lhes os meios para a aquisição de outros bens necessários. Mas aqueles anos de paz e felicidade chegam ao fim quando o governo anuncia que vai construir uma barragem perto daquele local, que ficará submerso pelas águas. Desesperadas, as pessoas que construíram ali as suas vidas reagem de uma forma inesperada e quase inverosímil, ameaçando provocar um abalo sísmico de proporções épicas, fazendo-se passar por um grupo eco terrorista e ameaçando destruir São Francisco a menos que as suas reivindicações sejam satisfeitas.”
 
Sendo esta a primeira obra deste autor que li, posso dizer que as minhas expectativas foram confirmadas: o sonante nome Ken Follett faz jus àquilo que se escreve sobre ele. Sendo um dos autores mais lidos em todo o mundo, Follett sabe que a cada obra sua os seus fãs estão à espera não de algo bom, mas sim de algo excelente!
Assim, o livro “Os Filhos do Éden” parte de uma premissa muito improvável para nos apresentar uma história com muita lógica, suportada em factos científicos válidos.
O que mais me agradou nesta obra foram os pontos de vista com que Follett nos brinda: acompanhamos os dois lados da “batalha”, com capítulos ora centrados no líder da comunidade (um verdadeiro psicopata que com o seu incrível poder de persuasão consegue convencer toda uma seita a seguir as suas ordens, por mais extravagantes que sejam) ora na agente do FBI encarregue de impedir que esse grupo de pessoas insatisfeitas leve a sua ideia avante e provoque um terramoto capaz de destruir uma cidade inteira e levando consigo milhares de vidas inocentes.
Estes diferentes pontos de vista, aliados a uma escrita clara e objectiva tornam a leitura desta obra rápida, ou não fosse a intensidade da trama crescendo a cada página volvida. E é precisamente este último factor que contribuiu para que esta tenha sido uma leitura extremamente agradável: Ken Follett não perde tempo com detalhes insignificantes nem desperdiça páginas a descrever episódios descartáveis, ao invés o autor conduz o leitor através de uma história interessante, com personagens carismáticas, a um ritmo viciante que culmina num último terço da obra verdadeiramente alucinante.
Uma verdadeira corrida contra o tempo é o que “Os Filhos do Éden” oferece a quem aceitar entrar nesta aventura à primeira vista inacreditável, mas sob um olhar mais atento verdadeiramente original e imperdível. Um livro que recomendo vivamente a quem não quer deixar escapar uma boa história com muita acção, suspense e algum romance à mistura!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%