Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

0

Livro: Os livros que devoraram o meu pai




Título: Os livros que devoraram o meu pai
Autor: Afonso Cruz
Editora: Caminho
Páginas: 128

Sinopse do Livro:

Vivaldo Bonfim é um escriturário entediado que leva romances e novelas para a repartição de finanças onde está empregado. Um dia, enquanto finge trabalhar, perde-se na leitura e desaparece deste mundo. Esta é a sua verdadeira história - contada na primeira pessoa pelo filho, Elias Bonfim, que irá à procura do seu pai, percorrendo clássicos da literatura cheios de assassinos, paixões devastadoras, feras e outros perigos feitos de letras.

Opinião:Este livro entrou em minha casa e estatelou-se, a grande velocidade, na minha estante dos "Livros Favoritos". Não foi um processo muito difícil, antes pelo contrario, foi bastante natural tendo sido o primeiro livro de Afonso Cruz que li. Já há muito tempo que desejava fazê-lo e foi com este pequeno tesouro da Caminho que concretizei essa vontade. 
Esta história é deliciosa e perfeita para qualquer conhecedor e amante da literatura. A originalidade desta obra bem como a forma brilhante com que nos apresenta frases para reflectir, tornam-na numa obra prima incomum.
Cada vez mais me apercebo que Portugal tem escritores geniais que, só por não terem um nome sonante ou estrangeiro, por vezes são esquecidos ou, simplesmente, não lhes é reconhecido o verdadeiro valor. Isto não pode acontecer a Afonso Cruz, e estou desejosa por voltar a ler outros livros dele. Cativou-me desde a primeira folha! Para aumentar o gosto pelo livro, o autor coloca um cão com o nome do... meu cão Argos (que, já agora, também é o nome do cão de Ulisses)!
Este livro é composto por algumas críticas nas entrelinhas, originalidade na forma (e não só no conteúdo) da escrita, bem como humor do mais requintado que há.
Com esta obra, Afonso Cruz fala num homem que se perde nos livros, e com este livro quase que somos, também nós, devorados por ele pois é praticamente impossível parar de o ler. Mas não se preocupem, ainda cá estou... ainda não fui devorada por ele (ou talvez até seja devorada por livros todos os dias... simplesmente não me tinha apercebido disso antes).

Uma das administradoras do blogue com o autor Afonso Cruz - Junho 2013

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%