Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

2

Filme: Joshua


 
 
Título Original: Joshua
Ano de Estreia: 2007
Género: Suspense, Terror, Drama
Realizador: George Ratliff
 
 

Muito recentemente foi transmitido o filme “Joshua” na televisão em Portugal, com um trailer que prometia: um jovem rapaz aterroriza os seus pais ao demonstrar tendências psicopatas e, assim, levando a cabo ações verdadeiramente maquiavélicas.
 
De fato, a história consiste nisso mesmo: um jovem rapaz, Joshua, não aceita a atenção que os seus pais dão à sua irmã recém-nascida e enceta uma série de acontecimentos que irão tornar a vida dos seus pais num verdadeiro pesadelo. A questão é que parece que ninguém consegue acreditar que o pequeno e aparentemente inocente Joshua pode, na verdade, ser um génio do mal, e são os seus pais quem ficam no centro de toda a confusão.
Afinal, são os progenitores que estão a imaginar coisas ou o seu filho é, na realidade, uma mente distorcida?
 
Depois de ver o filme uma coisa é certa: a trama não foge muito àquilo que prometia. O principal problema reside na concretização. Basicamente, tudo esteve errado neste filme.
A caraterização das personagens e os cenários fizeram-me acreditar que se trata de um filme com quase 20 anos, quando na verdade é relativamente recente (cerca de 6 anos).
A história é incrivelmente enfadonha e esperamos quase até meio do filme para que alguma coisa de interessante aconteça.
A trama é desenvolvida da forma mais previsível possível, sendo que é possível a quem está a ver o filme adivinhar o que vai acontecer com muita antecedência.
A grande estrela do filme, Vera Farmiga, aqui no papel da mãe desesperada, não conseguiu convencer e nada fez nesta história para além de nos apresentar uma personagem demasiado irascível e que não consegue provocar qualquer empatia nos espetadores.
O final foi demasiado sensaborão, previsível e precipitado: pareceu que o realizador queria acabar a história a todo o custo e em poucos minutos concluiu o filme.
 
 
Como fã de filmes de suspense e terror, não tenho quaisquer dúvidas em colocar “Joshua” na lista dos piores filmes deste género que alguma vez vi. Não compensa os minutos perdidos, pelo que o meu conselho é nem sequer pensarem em vê-lo – escolham outros filmes muito melhores que serão realmente assustadores e vos manterão “presos” até ao último segundo.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

2 comentários:

  1. Concordo plenamente!
    Também vi este filme na televisão sem se quer saber que se tratava de um filme de Suspense e Terror e na realidade não há nada disso no filme!
    A única coisa boa que encontrei no filme foi mesmo a música final!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim! A música final foi o ponto alto do filme! Fiz uma pesquisa e descobri que era mesmo o próprio ator quem tocava piano! Uma coisa rara de se ver nos filmes nos dias de hoje...

      Eliminar

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%