Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 2 de março de 2017

0

Livro: Death Note, Another Note - The Los Angeles BB Murder Cases



Ano: 2006
Género: Policial
Autor: NisiOisiN

* Por Mariana Oliveira *

Um dos meus animes preferidos de sempre é o “Death Note”. Sempre que quero converter alguém ao mundo dos animes é precisamente esta história que recomendo para se ambientarem. Mesmo já tendo passado tantos anos desde que o vi, a incrível disputa entre o jovem estudante Raito e o melhor detective do mundo, o enigmático L, continua a ser para mim um dos melhores exemplos de rivalidade que o mundo da ficção alguma vez conheceu.
Fã confessa de L, já há muitos anos que sentia saudades de voltar a conviver com as suas peculiaridades, a sua incrível inteligência e a forma completamente descabida como se comporta em sociedade. Por isso mesmo, foi com um misto de nostalgia e curiosidade que mergulhei na leitura de “Death Note: Another Note – The Los Angeles BB Murder Cases”.


Sinopse:
“Um temível assassino em série está a aterrorizar a população de Los Angeles e as autoridades não conseguem de maneira nenhuma travá-lo. As pistas que o criminoso deixa em cada um dos locais do crime, com a intenção de revelar qual será a próxima vítima, parecem indecifráveis tal é a sua complexidade, por isso mesmo torna-se indispensável a intervenção do maior detective do mundo conhecido por todos como L. 
Ninguém sabe quem é L, ele nunca se apresenta em público, mas a sua genialidade permite-lhe resolver os casos mais difíceis que os detectives de todo o mundo não conseguem solucionar.
Contudo, a necessidade que L tem de se manter no anonimato impede-o de se deslocar até às cenas do crime para analisar ao detalhe todas as pistas. Por isso mesmo, tem de recorrer a Naomi Misora, uma perspicaz agente do FBI para ser os seus olhos e ouvidos no terreno para juntos conseguirem deter um dos mais inteligentes e perigosos assassinos em série que o mundo já conheceu.”


Opinião:
Este livro foi tudo aquilo que eu esperava e muito mais! Voltar a este universo e reencontrar algumas das minhas personagens favoritas foi uma experiência absolutamente fabulosa.

Para começar, temos um narrador perfeito. Mello, uma das personagens, a meu ver, mais cativantes de Death Note devido ao seu crescimento conturbado, é quem nos conta esta saga decorrida na Cidade dos Anjos. Sem nunca perder a oportunidade para transparecer a sua opinião, Mello é um narrador mordaz que nos atiça a curiosidade ao longo de todo o livro. Não estava à espera desta escolha de narrador por parte do autor e simplesmente adorei a forma como este personagem, para mim tão interessante, nos descreveu todos os acontecimentos.

Quanto à história em si, adorei a objectividade do autor, NisiOisiN. Estamos a falar de um livro policial? Vamos então focar-nos na investigação! Por isso mesmo, nesta obra não há momentos mortos nem tampouco em momento algum nos desviamos do problema em mãos. São enigmas atrás de enigmas, interpretações de pistas correndo contra o tempo na tentativa de evitar o próximo assassinato.  

Contudo, ainda não falei daquilo de que mais gostei neste livro. Refiro-me ao quê? Ao incrível L claro está! Foi fantástico voltar a ter contacto com esta personagem. A sua peculiaridade, a forma quase infantil como age e a sua inteligência sobre-humana tornam-no numa das minhas personagens favoritas de sempre.



Relativamente ao desfecho desta história apenas vou referir uma coisa: foi dos finais mais surpreendentes que alguma vez vi em toda a minha vida. A sério, não estou a brincar quando vos digo que fiquei meio "abananada" quando o autor apresentou aquela conclusão. Genial! Assim, aconselho este livro a todos os fãs da saga Death Note e não só. Qualquer fã de um bom policial com certeza que ficará rendido a esta história!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%