Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

0

Livro: O Nadador


 
 
Título Original: Simmaren
Ano de Edição: 2014
Género: Thriller
Autor: Joakim Zander
Editora: Suma de Letras - Objectiva

 
Sempre soube que teria de começar a minha leitura de autores suecos por algum lado. Então, porque não com esta obra editada bem recentemente no nosso país?
 
 
Sinopse:
“Damasco. Uma noite quente no princípio dos anos 80. Um agente americano entrega a sua bebé a um destino incerto, uma traição que jamais se perdoará e que será o começo de uma fuga de si próprio. Até ao dia em que não pode continuar a esconder-se da verdade e se vê obrigado a tomar uma decisão crucial.
Trinta anos depois, Klara Walldéen, uma jovem sueca que trabalha no Parlamento Europeu, vê-se envolvida numa trama de espionagem internacional na qual está implicado Mahmoud Shammosh, o seu antigo amante e ex-membro das forças especiais do exército sueco.
Klara e Mahmoud transformam-se no alvo de uma caçada através da Europa, um mundo onde as fronteiras entre países são tão ténues como a linha que separa um aliado de um inimigo, a verdade da mentira, o passado do presente.”
 
As primeiras páginas deste livro deixaram-me de pé atrás. Por algum motivo, esta obra de estreia de Joakim Zander não estava a cativar-me e comecei a sentir-me impaciente. Contudo, mal imaginava eu que o autor estava simplesmente a dispor as peças no tabuleiro para, de seguida, me transportar para um excitante e inquietante jogo.
Feitas as primeiras descrições, apresentadas as personagens, o leitor mergulha numa história intensa, repleta de surpresas e absolutamente fascinante.
Ao longo do livro acompanhamos personagens fortes e distintas, que têm a particularidade de, de alguma forma, estarem relacionadas entre si. Assim, as suas várias histórias confluem numa só e formam um interessante emaranhado de perseguições, descobertas e situações de alta tensão.
Aquilo que mais me agradou em “O Nadador” é a capacidade do autor em apresentar um interessante thriller sem descurar a componente emocional das personagens, com principal destaque para aquela que dá o nome ao livro: um homem consciente dos demasiados erros que cometeu ao longo da sua vida e que espera, ao longo dos anos, poder emendar toda a sua existência. Como é que Joakim Zander conseguiu manter o ritmo imparável desta história cheia de acção e mesmo assim revelar ao leitor o mais recôndito da alma de um ser humano completamente amargurado? Se soubesse a resposta a esta pergunta não hesitaria em escrever eu mesma um livro na certeza de que se transformaria num grande sucesso.
A verdade é que este autor sueco revela uma incrível mestria na arte de contar uma grande história: sem medo de desagradar o leitor com reviravoltas inesperadas e chocantes, apresenta uma história desprovida dos habituais clichés deste género literário com personagens bem desenvolvidas e uma trama original cheia de intensidade de mãos dadas com uma forte componente emocional. Uma obra que aconselho vivamente!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%