Envie esta página a um amigo!

segunda-feira, 26 de maio de 2014

5

Livro: Sudoeste (Olinda Gil)



Título: SUDOESTE
Autora: Olinda P. Gil (vejam a entrevista à autora aqui)
Formatos disponíveis: Apenas eBook
Formato do ficheiro: epub
Ano de edição ou reimpressão: 2014
Editor: Coolbooks
ISBN: 978-989-766-006-1
Número de páginas (estimadas): 58

Sinopse:
O mesmo mar, a mesma casa. Talvez a mesma história e a mesma mulher que nela vive. Ou três histórias diferentes de três mulheres diferentes que viveram na mesma casa. Sudoeste traz-nos três histórias distintas, como que variações de um mesmo tema. Em todas elas está presente o mesmo ambiente marítimo, um envolvimento amoroso, uma personagem com «o chamamento do mundo». Todas as histórias se passam na mesma casa, na mesma quinta, na mesma praia, na mesma falésia. As próprias personagens vão tendo pequenas variações. Contudo, os contos são muito diferentes; cada um nos oferece uma perspetiva distinta de como se pode viver o amor e o desejo de partir: do sentimento mais puro e simples à capacidade de começar tudo de novo.

Opinião:
Olinda Gil, mais uma vez, escreve uma história (ou serão três?) utilizando a sua escrita tão característica. Tal como a sinopse nos sugere, Olinda apresenta-nos a mesma casa, a mesma falésia e o mesmo mar. Apresenta-nos também uma mulher que poderia ser a mesma nas três histórias (com idades diferentes) ou podem ser pessoas distintas. Aliás, as características de cada mulher parecem-me variar bastante ao longo dos 3 contos. Mas aí é que a autora "jogou" bem: é que essas alterações podem ser fruto da maturação etária das mesmas.
Achei a premissa do livro muito interessante.. e foi com pena que constatei que apenas tinha 58 páginas (aproximadamente) para ler.
Deixando de lado o facto se serão três versões da mesma mulher, a verdade é que as três são personagens fortes, sofridas e românticas. Aliás, o amor é um tema recorrente nos 3 contos: o amor por um homem, o amor pelos filhos... o amor (ou "des"amor por vezes) por si própria...
É fácil criarmos empatia com qualquer uma destas três mulheres e é fácil entender as suas escolhas, perceber as suas mudanças e sofrer com elas.
Numa escrita mais poética do que é habitual e um pouco mais vincada, Olinda não desilude e traz, novamente a público, um livro que recomendo vivamente!

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

5 comentários:

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%