Envie esta página a um amigo!

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

0

Filme: Her - Uma História de Amor



 
Título Original: Her
Ano: 2013
Género: Drama, Romance, Ficção Científica
Realizador: Spike Jonze

 

Já tinha ouvido falar no filme “Her – Uma História de Amor” há vários meses pois houve um burburinho considerável à volta desta história, muito graças às várias nomeações que teve na última cerimónia dos Óscares e à estatueta que acabou por ganhar para melhor argumento original.
 
A história transporta-nos para uma era futurista, numa altura em que os humanos vivem, mais do que nunca, uma existência indissociável das novas tecnologias. É neste mundo que Theodore, um homem solitário a atravessar um processo de divórcio conflituoso, decide experimentar a mais recente inovação disponível: um Sistema Operacional que simula uma inteligência artificial. Mal imaginava Theodore o quão surpreendente e complexo poderia ser esse sistema e o quão próximo ele viria a sentir-se daquela voz que com ele fala através do computador, uma voz que se dá pelo nome de Samantha.
 
Após ver este filme não podia estar mais de acordo com o Óscar que recebeu: o argumento é extremamente original, muito bem delineado e convincente.
Não posso negar que houve alturas em que achei que um ou outro diálogo estava a ser algo cansativo (refiro-me às personagens secundárias e não aos dois protagonistas pois esses conquistaram-me com cada palavra proferida) e em que desejei que o ritmo da acção fosse mais elevado. Contudo, no geral este filme está muito bem conseguido!
A forma como a relação de Samantha e Theodore evolui é, no mínimo, fascinante e os sentimentos, dúvidas e receios que o Sistema Operacional expressa ao longo do filme são inquietantes e deixaram-me colada à história. Tudo isto conduziu a um final muito interessante e que me deixou a pensar em todas as suas implicações.
É extremamente comovente mas, mais do que isso, levanta questões pertinentes sobre a tão desejada inteligência artificial e as consequências que possam advir da sua invenção.
Como se tudo isto não bastasse, eis que Spike Jonze, o realizador, decidiu esmerar-se em todos os detalhes que tornaram, a meu ver, esta película num verdadeiro regalo para os nossos sentidos: a banda sonora é sublime e a edição de imagem está perfeita. Ainda agora quando penso em “Her – Uma História de Amor” a primeira coisa que me vem à memória são as cenas em que a conjugação de luz, ângulos e cenário tornaram este filme numa verdadeira obra de arte.

Partilha no Facebook, Twitter ou Google Buzz:
Partilha no teu Facebook Partilha no teu Twitter Pubblica noGoogle Buzz

0 Opiniões:

Enviar um comentário

Obrigada por ter passado pelo nosso Blog e por comentar! A equipa do FLAMES agradece ;)

Gadget

Este conteúdo ainda não se encontra disponível em ligações encriptadas.

1%

1%